ROSE, SEU IRMÃOZINHO E EU!  I

ROSE, SEU IRMÃOZINHO E EU! I

ROSE, SEU IRMÃOZINHO E EU! I

Me chamo Juan, tenho 32 anos e namoro há seis meses com a Rose, temos uma relação de muito tesão e sexo. Rose tem 26 anos, é baixinha, 1,56cm, seios grandes e bumbum empinado, toda branquinha com a bocetinha rosinha e bem beiçuda.

No início, apesar de transarmos todo dia, ela não me dava a bundinha, meu pau não é enorme, 18cm, mas é bem grosso, de tanto insistir, acabou cedendo e até gostando muito de fazer anal.

Rose tem um irmão mais novo, Ronaldo tem 18 anos e nos tornamos muito amigos, ele é bem tímido, nunca namorou, tinha um jeito diferente, uma vez, em uma festa fomos ao banheiro e percebi que ficou manjando eu mijar e cheguei a notar algumas, outras vezes, Ronaldo olhando pra bunda da irmã.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Uma certa vez, Rose inventou de transar dentro de uma piscina de plástico, no quintal, mesmo com os pais em casa, ela tirou a parte de baixo do biquíni e começamos a meter, suas pernas presas ao meu redor, o pau duro feito pedra, dentro daquela xereca, gostosa, quentinha, mas de olho na casa, então ela falou com a cara de safada: “- Vem amor, me enraba!! Come meu cu com força!!!!”

Eu com medo mas louco de tesão, obedeci a ordem! A segurei firme pela cintura e empurrei a rola bem devagar, até entrar tudo e fui socando com mais velocidade enquanto ela gemia baixinho e repetia sem parar:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“- vai filho da puta, come meu cu! Mete com força na sua cachorrinha!!!

E no meio de toda aquela sacanagem, percebi que tinha alguém ali, olhei pra trás, era meu cunhado, parado, assistindo eu comer o cu da irmãzinha dele.

Ele estava na rua e não vimos quando ele chegou. Rose não se abalou com o flagrante do irmão, tentei parar, mas ela mandou eu continuar, ele passou olhando, mas não disse nada, entrou na casa, Rose só repetia:

“- Não pára!! Que eu tô quase gozando!! Soca com mais força!! Gozamos loucamente! Meu pau pulsava dentro dela!!! Que foda maravilhosa!!!

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Depois disso, Percebi que Ronaldo, passou a nos observar, com cara de tarado e aquilo a excitava, uma outra noite, quando estava de saída, ainda de pau meia bomba, ele estava no portão, pedi licença, ele ficou de costas deixando a minha rola esfregar na sua bunda e me desejou, boa noite sorrindo e sempre que podia ela queria provocá-lo, com gemidos mais altos!

Com certeza isso vai terminar em muita sacanagem!!!
Continua…

Deixe um comentário