ROSE, SEU IRMÃOZINHO E EU   II

ROSE, SEU IRMÃOZINHO E EU II

Depois, que Ronaldo nos pegou em flagrante, tudo mudou, Rose fazia de tudo pra provocar o irmão, andava seminua pela casa, tomava banho com a porta aberta e aquilo também estava me dando tesão, dei a ideia de fazermos uma viagem no final de semana, pra casa de praia dos seus pais, Ronaldo iria fazer aniversário e assim poderíamos comemorar.

Nós chegamos, na sexta a noite, com muito fogo e a fim de aproveitar cada minuto, fodendo muito. Nos trancamos no quarto e toma-lhe rola! Rose gemia alto demais, principalmente dando o cuzinho, estava tão bom trepar longe dos pais dela, que acabamos nos excedendo,

Ronaldo, podia ouvir tudo, da sala. Depois do banho fomos pra sala ver TV, Ronaldo estava deitado, adormecido no sofá, usando shorts, com a rola bem amostra, pelo tecido fino, reparei que a Rose não tirava os olhos do pau dele, pra provocar, comentei: -seu irmão é bem dotado em?

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Uma rola grande assim te rasgava o cuzinho todo!!! Ele acordou com o barulho, mas não levantou, sentamos no chão. Resolvi provocar, perguntei: “- Por que não trouxe sua namorada??” Ele disse que não tinha. Perguntei se ele já tinha visto uma xerequinha de perto e ele muito sem graça disse que não! “-Precisamos resolver isso!” Falei olhando pra Rose.

Ronaldo e eu pegamos o carro e fomos até a cidade comprar algumas bebidas e Rose ficou fritando alguns salgadinhos. Na volta, ela estava indo pro banho, guardamos as compras e corri pro banheiro, falei pro Ronaldo: “- Vou aproveitar pra tomar banho com a sua irmã, vem também!” ele apenas sorriu envergonhado. Fizemos amor de baixo do chuveiro, quando já estava quase gozando, ela se ajoelhou e sugou todo o leite, sem desperdiçar uma gota!

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Saímos do banheiro, nus, ela tentou se enrolar na toalha, mas não deixei, os olhos do meu cunhadinho chegaram a brilhar, vendo aquela boceta raspadinha, o moleque ficou de pau duro na hora, um pouco envergonhado, tentando disfarçar a ereção, enquanto íamos pro quarto, tranquilamente.

Notei, também, que o menino deu uma olhada pro meu pau. Vesti uma sunga, peguei uma garrafa de vinho e começamos a beber, Rose voltou usando uma camisola vermelha e um shortinho. Começamos a nos beijar, Ronaldo foi pro banho, Falei em seu ouvido:

“-Hoje, você vai ser comida por nós dois, quero ver você gemendo na piroca do seu irmão!!

” Ela sorriu com ar de safada e tomou a taça de vinho, em um só gole! Quando Ronaldo voltou do banho, eu já estava chupando os peitos da sua irmãzinha, vi que o volume no famigerado shorts, começou a aumentar, já tínhamos bebido bastante, coloquei uma música bem agitada e mandei que ela dançasse pra gente, nesse momento não dava mais pra ele disfarçar, seu pau enorme já estava quase rasgando o tecido.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A puxei, pela mão e ela caiu sentada no colo do irmão, que a essa altura, já estava louco, ela tentou levantar mas ele a segurou, suas mãos deslizavam pelos seios, levantei e coloquei o pau pra fora, enquanto Ronaldo acariciava seu corpo, ela me chupava enlouquecidamente! Ronaldo não sabia bem o que fazer, a puxei de cima do seu colo e mandei que ela chupasse o pau do irmão.

Quando ele tirou o shorts, uma piroca gigante, apareceu, o moleque tinha uns 25cm, uma cabeçona, que parecia um cogumelo! Após alguns segundos admirando, ela caiu de boca, tirei suas roupas e a coloquei de quatro, em cima do sofá e enquanto ela chupava o irmão eu chupava sua bocetinha, que estava completamente encharcada, ela continuou chupando e em pouco tempo o moleque gozou, mas sua irmãzinha não parou, engoliu tudinho, se virou, colocando a boceta na cara do irmão e mamando a minha rola, ele não se fez de rogado, mesmo sem nunca ter chupado uma xerequinha, caiu de boca!

Mas foi no quarto, que a foda ficou frenética, Rose mandou o irmão se deitar e subiu naquele mastro, fiquei olhando enquanto a minha namoradinha, estava sendo rasgada pelo irmãozinho, centímetro a centímetro a piroca ia entrando, podia ver na cara dela, o prazer que estava sentindo, que delícia!!! Depois de ter entrado tudo, ela começou a cavalgar lentamente e foi aumentando o ritmo, passei bastante gel na minha rola e no cuzinho dela, me posicionei por trás e fui empurrando no rabinho dela, Rose estava ensandecida, louca de tesão, repetia, várias vezes:

“- Vai meu irmãozinho, me fode gostoso!! Acaba comigo!! Amor rasga meu cuzinho!!! Me fode, seus filhos da puta!!!!

E em meio a gritos e gemidos, gozamos!!! Ficamos deitados, abraçados, logo o moleque pegou no sono, enquanto ela me agradecia por tê-la ajudado a realizar seu sonho, mas a festa só estava começando e ainda tínhamos muita sacanagem pra fazer!!!
Continua…

Deixe um comentário