A linda buceta peludinha da prima

A linda buceta peludinha da prima

Olá, meu nome é C.A tenho 27 anos, esse é meu terceiro conto. Moro no sul de Minas Gerais, sou um cara simpático, alto, moreno claro um pouco gordinho, com um dote bem legal, rs. Hoje atualmente tenho meu próprio negócio.

Por isso tenho tempo de curtir bem a vida a qualquer momento.

Era um dia como os outros, cheguei em casa a tarde tomei um belo banho e estava na tv, minha prima chega em minha casa porque tinha combinado de sair com minha irmã, mas minha irmã estava no serviço tinha que resolver uns problemas, e meus pais não estavam.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Sempre tive desejo por minha prima, vou chama la de Grazi.

Grazi tem 28 anos, mais ou menos 165 alt, branca, cabelos castanhos um corpo lindo, seios grandes naturais e uma bunda bem gostosa de apreciar rs.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Ela chegou e chamou minha irmã, atendi e mandei ela entrar. Disse q ela não tinha chegado ainda mais q não deveria demorar, ela entrou e ficou na sala comigo.

Começamos a conversar e eu secando aquelas lindas pernas, ela de saia jeans blusinha branca destacando seus lindos peitos, ela gosta de mostrar o que tem (já que o que é lindo e pra ser mostrado mesmo) e ela sabe q deixa qualquer homem louco.

A gente sempre trocávamos olhares, sorrisos mais nunca tinha acontecido nada entre a gente, até ali. Conversa vai e vem e começamos a tocar um ao outro, olhei para aqueles lindos lábios e nao resisti, roubei um beijo molhado e ela retribuiu logo.

Passava a mão em suas lindas pernas subia até aquela maravilhosa bunda e ela louquinha dizia, – Pq demoramos tanto pra isso? Comecei a passar a mão em seus peitos chupar seu pescocinho ela gemia baixinho no meu ouvido, toquei em sua bucetinha toda molhada e peludinha, enfiava um dedo ela gemia e me beijava cada vez mais, agarrou no meu pau e e disse, – quer sentir essa boca molhada nele?

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Já tirei ele pra fora da bermuda ela agarrou e já veio me chupando todo, começou no meu pescoço desceu no meu peito até chegar nele. Que boca gostosa, meu desejo por ela se realizando.

Sentei ela no sofá ajoelhei no chão e chupei sua buceta toda, me lambuzava em seu delicioso mel.

Aqueles pelinhos lisos naquela linda buceta branquinha, uma das mais belas que já vi. Ajoelhado mesmo coloquei meu pau em sua buceta, penetrando devagarzinho naquela bucetinha apertada, socava ela pedia e gemia cada vez mais. Seus gemidos eram abafados com meu beijo, socava e beijava sem parar e o prazer incendiando aquela sala. Como é gostoso sexo com beijos, como é gostoso o beijo molhado de Grazi.

Ela gozava e estremecia toda, coloquei ela de quatro no sofá, ela toda safada empinando aquela linda raba e pedindo para chupa la, chupava com prazer aquele cuzinho rosinha, aquela bucetinha linda e eu ali admirado abrindo aquela raba e socando a língua como se estivesse chupando sorvete de tão gostosa que ela é. Soquei naquela buceta de quatro, mordia as costas dela, chupava sua nuca, puxava seu cabelo e ela com aquele gemido gostoso de quem está prestes a gozar.

E gozou, gozou bem gostoso com meu pau dentro dela, virou pra mim e pediu pra molhar seus peitos já q ela tinha me molhado toda de tanto gozar, então veio ela de novo aquele boquete com aquela boquinha linda e molhada. Gozei, gozei gostoso com ela batendo pra mim, na boquinha e nos peitos do jeito que ela queria, do jeito que eu sonhava.

Ficamos ali conversando e nos beijando, que foda incrível. Depois dessa nunca mais transamos porque nunca conseguíamos ficar as sós, às vezes ficávamos uns minutinhos e rolava um beijo e só. Hj atualmente ela casou então provavelmente não acontecerá de novo. Mais as lembranças sempre vem qnd a gente se vê.
E é isso, espero que gostem dos meus contos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Se quiserem entrar em contato para qualquer coisa ou alguma aventura rs, só mandar email:

[email protected]

Abraços a todos!

Deixe um comentário