Histórias da Denise: Perdi a virgindade

Histórias da Denise: Perdi a virgindade

Isso aconteceu a vinte anos. Eu ainda era adolescente (18 anos)  já tinha dado alguns beijos nos colegas de escola e vizinhos da rua, mas, não tinha dado pra ninguém pois morava em uma cidade pequena da interior do Paraná e já tinha visto amigas e até minha prima cair na boca do povo por ter saído com dois ou três caras (o que na época era um absurdo).

Então fui passar uns dias na casa da minha tia em Curitiba. Minha mãe sempre falava mal do marido dela, falava que ele era mulherengo e que vivia traindo minha tia e coisas assim.

Mal sabia ela que isso me deixava excitada. Então no primeiro dia cheguei na casa da minha tia que me recebeu na rodoviária e fomos de ônibus até a casa dela, chegando lá o tio me cumprimentou normal disse que eu tinha crescido e coisas assim e notei seus olhos nos meus peito,

Até aí tudo normal, fui “brincar” com as meninas, minhas primas , os sucessos musicais naquele tempo eram principalmente os grupos da Bahia como é o tchan, então colocamos aquelas fitas cassetes e ficamos nós três dançando e rebolando na sala, com meu tio nos observando, eu fazia questão de abaixar mostrando a bunda pra ele, e olhar discretamente se ele estava olhando, e parecia estar dando certo, pois, ele estava vidrado em mim e notei que o volume na calça aumentou.

A noite eu fui lavar a louça do jantar em uma cozinha apertada que dava passagem para a lavanderia não passavam duas pessoas por ali sem se esfregar, meu tio passou quatro vezes por ali sempre passando a mão na minha bunda
(sem querer rsrs) na ultima eu dei uma empinadinha na bunda para ele ver que eu estava gostando.

Acabou a noite fui dormir junto com minha prima mais velha e a mais nova foi dormir com meus tios. Na manhã seguinte meu tio levantou com uma camiseta escrito “professor de sexo para aula grátis aperte aqui”, bem que minha mãe falava que ele não tinha nenhum respeito pela minha tia e aquilo me deixou muito mais doidinha pra provar aquele homem,

Novamente ao lavar a louça ele foi passar por mim eu me virei e perguntei bem baixinho “onde eu aperto mesmo?” e dei uma risadinha, ele apontou para o pau com o dedo eu coloquei a mão rapidinho e senti que aquele troço cresceu um pouco.

Eu perguntei se podia ver mais ele disse que ia dar um jeito. Logo após o almoço minha tia e minhas primas disseram que iam sair e me convidaram pra ir, respondi que estava com um pouco de sono e que ficaria descansando, fui para o quarto deitei e esperei elas saírem.

continua depois da publicidade

Mal elas sairão porta afora meu tio já estava no quarto e me chamou para o outro quarto me agarrou e começou a me beijar e passar a mão pela minha bunda e pegar nos meus peitos, eu deslisei uma das mãos para o pau dele e senti que era grande, comecei a apertar por cima da calça mesmo ele foi tirando minha roupa e chupando meus peito, tava gostoso,

Eu disse pra ele que nunca tinha transado ele disse que não acreditava eu disse que era verdade pois não queria pegar fama na cidade ele disse então vou caprichar pra você aprender o que é bom me jogou na cama tirou meu shortinho e minha calcinha e começou a chupar minha buceta,

Eu sentia a língua lá no fundo, ele mordia minhas coxas, eu gemia e me contorcia de prazer, aí ele disse pra eu chupar ele e deitou na cama com o pau pra cima eu fui coloquei aquele cacete enorme na boca e comecei a fazer um movimento de vai e vem e perguntei se estava fazendo direito ele disse que estava e mandou continuar,

Mandou tirar tudo da boca e lamber as bolas e fui fazendo o que ele mandava aí ele disse pra parar que ele ia me comer, eu falei “me come mas não goza em mim não, goza na minha boca” ele falou que ia fazer eu tomar todo o leitinho dele, e começou a bombar na minha buceta no papai mamãe,

Me beijava e chupava meus peito com muita força e vontade. Depois me mandou ficar de 4 e começou a socar na minha buceta puxando meu cabelo dando tapa na minha bunda e as vezes socando o dedo no meu cu, perguntou se eu estava gostando do dedo e se ele podia enfiar o pau no meu rabo,

Eu disse que podia pois estava ali pra isso então ele começou a colocar no meu cu bem devagar, eu falei que tava doendo ele perguntou se era pra parar eu disse que não que ia aguentar a dor ele ficou maluco com isso e enfiou tudo de uma vez eu gritei de dor e ele começou a bombar no meu rabo eu dizia fode que ta bom ele dizia ta aprendendo a ser puta com o tio vadiazinha vou te foder bastante e continuou por muito tempo,

Aí começou a fazer um revezamento entre meu cu e minha buceta até que falou que ia gozar e me mandou abrir a boca e fez jorrar muita porra na minha boca. e assim meu tio tirou minha virgindade completa naquele dia. O dia seguinte foi melhor ainda, mas essa é outra história que vou contar em seguida me acompanhem que vai ser legal. Beijos

Deixe um comentário