O dia que eu conheci a Anitta

O dia que eu conheci a Anitta

Oi sou Matheus, tenho 22 anos, sou Branco, 183 cm, magro e nada exagerado. Num dia desses em casa tava sozinho e cheio de tesão, comum nessa idade, liguei meu computador e fui ver alguns vídeos pornográficos, comecei com um de lésbicas, duas gostosas se pegavam e cheias de tesão, pirei na cadeira, meu pau ficou a ponto de bala, esse vídeo era pequeno só tinha 5 minutos, bati minha punheta mas não gozei, ainda estava com tesão, então resolvi pesquisar outros vídeos para me satisfazer, infelizmente nesse site não achei nenhum vídeo que despertou meu interesse.

Entrei em outros sites, pesquisei de novo e vi um vídeo que me chamou a atenção, nele tinha uma mulher com um bumbum enorme e muito gostoso, ela rebolava que nem uma funkeira e ela se alisava cheia de tesão também, estava louco de tesão e voltei a me masturbar até que percebi que na calcinha dela tinha um volume, estranhei no começo mais continuei assistindo, até que descobrir que essa mulher era uma travesti, mas ela era super gostosa, gozei e desliguei o computador.

O dia passou e fiquei com aquele vídeo na cabeça, a atriz era super gostosa e se tocava bem gostosinha, fiquei com isso na cabeça o dia todo, pensei em casa e dizia pra mim mesmo: deve ser muito gostoso transar com uma travesti. Pensei demais e decidi que se uma travesti chegasse em mim eu tentaria transar com ela, a noite chegou e então decidi sair um pouco, fui numa boate e chegando lá fui pro bar e bebi uma cerveja, até que veio em minha direção uma gostosa loira, com um corpaço em volta de um vestido coladinho e curto vermelho, ela usava meias pretas até as coxas (grossas por sinal), e salto alto, era uma delícia.

Ela se sentou do meu lado e pediu uma bebida, do nada ela se virou pra mim e falou comigo:

– Oi tudo bem? Me chamo Anitta e você?

Eu olhei pra ela e respondi:

– Tudo sim, me chamo Matheus

Apertei a mão dela e começamos a conversar, conversamos e rimos muito, ela pediu outra bebida e continuamos a conversa, o papo foi fluindo e começamos a flertar um com o outro, até que ela colocou uma de suas mãos na minha coxa. Fiquei excitado só nesse primeiro contato, ela percebeu e pegou um guardanapo, me perguntou se eu tinha caneta, dei a caneta a ela e ela escreveu nele, depois disso ela me entregou:

– Adorei você, sei que você quer alguma coisa, vamos para um local só nós dois?

Quando parei de ler olhei pra ela e ela mordeu seu lábio de uma forma muito excitante, paguei a conta e saímos de lá, pegamos um táxi e fomos para a casa dela, no táxi não resisti ao encanto dela e a beijei na boca super apaixonante, ela retribuiu e no beijo ela desceu a mão para o meu pau, ele tava quase escurecendo, ficamos um bom tempo nos beijando e ela me alisando, chegamos na casa dela e paramos com o agarramento, descemos do táxi e entramos na casa dela.

Lá dentro, ela segurou minha mão e se virou pra mim e me deu um super beijo molhado e de língua, que delícia de beijo, durou uns 4 minutos e então paramos, ela me levou até o sofá e conversamos mais um pouco, conversamos mais e quando eu fui agarrar ela, ela me afastou e disse que queria me contar algo:

– Matheus, tenho que te contar algo

– O que foi delícia?

continua depois da publicidade

– Eu sou travesti, algum problema?

Eu pensei: caramba é a minha grande chance

– Eu vi um vídeo hoje de travesti, e que bom que você veio.

Ela não aguentou e pulou pra cima de mim, nos beijamos na boca deliciosamente, ela sentou no meu colo de frente pra mim e ficou rebolando igual a mulher do vídeo, ela tirou minha camisa e eu apalpo o bumbum gg dela, que bumbum gostoso.

Não resisti e levantei o vestido dela, ela tava de calcinha fio dental rosa, que espetáculo, apalpei o bumbum dela de novo, o grelo dela tava durinho dentro da calcinha e tava roçando na minha barriga, ela parou de me beijar e se levantou do meu colo, tirou o vestido e a vi de calcinha e sutiã.

A barriguinha dela era linda e os seios enormes, ela tirou o sutiã e vi que delícia eles eram, ela se agachou e tirou minha calça, tirou minha cueca e meu pau pulou duro pra fora, ela ficou com os olhinhos brilhando de tesão, ele não era tão grande, mas era grosso, tinha 17cm.

Ela olhou pra mim com cara de safada e caiu de boca no meu pau, delirei de tesão, me debrucei nela e apalpei o bumbum dela de novo e com o tesão que eu tava dei dois tapas nele, ela ficou com tesão e se levantou e beijou minha boca. Ela me chupou mais um pouco e depois me levou pro seu quarto.

No quarto, eu deitei na cama dela e ela sentou na minha cara com aquele rabão gostoso, coloquei a calcinha de lado e lambi ele todinho, ela gemia de tesão, durou uns 5 minutos, até que ela ficou em pé na cama e disse pra mim tirar a calcinha dela, tirei e o grelo dela pulou todo durinho de tesão, ela sentou de novo na minha cara e me pediu pra chupar o grelo dela, mamei super gostosinha, ela gemia de tesão.

Depois disso, coloquei ela de ladinho na cama e meti meu pau duro no rabinho dela, beijei seu pescoço, ela gemia louca de tesão, metia as vezes devagar, as vezes forte, ela adorava, ela rebolava, chamava ela de Anitta do show das poderosas, beijei a sua boca, ela um tesão enorme fuder ela, coloquei uma das minhas mãos na sua barriguinha e ela com o tesão que tava, empurrou ela até seu grelinho duro de tesão:

– Você deixou ele assim

Transamos bem gostoso, realizei meu sonho e ela delirava no meu pau, até que depois de um bom tempo fudendo, gozamos juntinhos, deitei em cima dela e a beijei na boca super apaixonado.

Além disso, tomamos banho juntos e no chuveiro, ela pagou um belo boquete em mim, depois fomos pro quarto e dormimos juntinhos na cama dela. No outro dia, fui embora e ela disse que podia ligar para ela quando quisesse, fui até ela e beijei a sua boca e nos roçamos um pouco, foi uma delícia mais tava atrasado para o trabalho, mas essa noite foi só o começo do meu lance com a gostosa da Anitta.

4 comentários sobre “O dia que eu conheci a Anitta

Deixe um comentário