Além de corno, garotas de pau grosso comeram minha bunda.

Anos de convivência tanto o marido como a esposa acabam descobrindo ou desconfiando de algumas preferências do outro e em relação a minha esposa, ela sabe que fico excitado quando passam a mão na minha bunda, porém um dia eu fiquei bravo com ela e foi mexendo no celular dela vi imagens de rolas grossas. Ao revelar que descobrir, ela perguntou por que por eu estava de pau duro? E se eu vi imagens de membros fiquei assim? E ela me ralhou e disse que sempre desconfiou que eu gostasse de olhar imagens de pau. E porque mexo nas coisas dela ia fazer me fazer de corno porque ela me ama.

E foi ao banho, e meus pensamentos será verdade? Minha esposa que me fazer de corno e ainda me diz? E ainda ela me chama… Vem me lavar corno veado. E resolvir vê se era isso mesmo e ela passou a mão na minha bunda e disse, sabe marido você é meio veadinho e fiquei na minha e a ensaboei deixando a linda e cheirosa e depois ela me fez ficar no sofá esperando.

E volta usando saia e jaqueta com um corpete e disse gostou? Agora vou sair e de mostrar que não adianta fica bravo, você tem que confiar em mim você gosta de uma pomba e tire a roupa e não de preocupa sei que esta de pau durinho e bebe umas cervejas e fica batendo uma me esperando e o que acontecer fica no segredo de marido e esposa e então temos um trato que você vai ser passivo? Só confirmei.

E após minutos abrir uma garrafa de cerveja e fiquei me masturbando pela casa imaginando acena; hoje vou ser corno, mas o que eu não sabia que eu ia se veado. Até que escuto barulho do portão e subo a escada e vou olhar pela janela e vejo a esposa sentada ao lado de duas meninas, uma loirinha e uma morena? Confesso meio decepcionado, pensei que ia ver vara.

As duas na faixa dos 27 anos e bem vestidas de pernas bonitas, seios médios e boquinhas carnudas e minha esposa entre elas e de repente a loirinha fica de frente a morena e abriu a baquilha da calça dela e começa a se abaixar e minha esposa olhava dando sorrisos.

E qual foi minha surpresa que fez meu pau ficar durão? A loirinha sai da frente e vejo à enorme bagagem da morena. Uma manjuba grossa um delicioso pau, cuja cabeça parecia suculenta e de aparência daquelas que arrebenta as pregas, que faz o corno ou veadinho morder os lábios pedindo arrego por estar sendo arrombado sem dó.

E se me admirei com a morena imagine a loira que levantou a sainha e puxa a calcinha de lado e aparece uma rola rosada e muito cabeçuda ariado pra baixo. E conscientemente passo a língua nos lábios, e sempre me julguei hétero, mas acho que vê aquele monumento de vara eu chupava a piroca “dele” e iria rápido ao vai e vem e ainda bateria com o pauzão no rosto e adoraria ser chamado de corno veado enquanto mamo os paus delas.

Mas recobrei o juízo e vejo minha esposa pôr a mão e além de ser corno de dois travestis não há dúvidas eu estava sendo veadinho, pois me masturbei pensando naquela rolas na minha bunda. E veio em minha mente, será que minha esposa aguenta no cuzinho dela? E fiquei com ciúmes.

Se fosse comigo e eu usaria uma sainha com um micro calcinha de seda e abaixaria a calcinha e dava pro dois e sentir um pauzão abrindo a apertada rosquinha de um homem e nem me importaria ser chamado de chamado de corno veado que sai de casa pra comprar calcinha só pra dar o cu, na verdade eu ia rebolar nos pirocão se elas assim me ordenassem.

E saindo dos meus pensamentos vejo minha mulher punhetando à rola da travesti loira, e a morena, abaixou a calcinha da loira e lambe o furinho dela e dava pra ver que passava língua dela molhando o cuzinho. E a loira levantou uma perna de minha esposa e meteu na boceta de minha mulher.

A morena abriu com uma mão a bunda da loira e ficou batendo uma e dava pra ouvir os Ohh… Ohh… Ohh de minha esposa e eu só ouvi… Eu prometo, eu prometo que logo vai ser a vez do meu marido… Meu marido é corno e só fala em pica e vai querer. E nesse palavreado à loira tira o pau e gozou em cima na barriga da minha esposa e deu tapas na bunda dela e diz então bora sua puta.

Minha mulher trousse as duas pela pica e subiu pro quarto e fiquei totalmente atônito o que faço? Corro ao banheiro, finjo que estou dormindo, não sabia digerir rápido uma decisão e me ferrei, elas entraram no quanto e vendo-me de pau duro fiquei com vergonha e fui ao banheiro.

E passou alguns minutos e batem na porta e abro e a loira me pegou pelo braço e disse veem cá querido e meus olhos foram aos seus pequeninos pentelhos e vejo o pauzão ariado pra baixo e ela me beijou e disse olha pra cama. E vejo minha esposa de costas pra mim subindo e descendo no pau da morena.

A loira disse, tua esposa falou que tu viste as fotos de vara e quer dizer que ficaste de pau duro é? Vai pega na minha pica e dura ela é suculenta e não se preocupa a minha colega vai comer tua esposa e você sabe que é corno.

continua depois da publicidade

E minha esposa olha pra mim e diz, não preocupa somos marido e mulher e o que acontecer aqui fica só aqui e olha querido, a pomba dela mostra o veadinho que há em você e você vai querer sentir a potência dela na boca e depois elas vão comer tua bunda. E a aloira me pegou pela mão e me fez acariciar a rola dela e me fez senta na cadeira e sentou em meu colo.

E nisso ela diz, chupa meus peitinhos, sou uma loira dos bicos rosadinho experimenta querido e ela se aproxima de meus ouvidos e diz chupa veadinho e depois me leva pra cama e eu vou arrombar teu cu. E ainda atônito fingi que não ouvir, mas ele pegou minha cabeça e direcionou ao lado de um seio e mamei.

E fiquei alguns minutos alternando, e ela se levante e diz ,vem amor é hora de experimentar outras coisas e deitou na cama com a piroca apontada pra cima e fiquei em cima dela esfregando meu pau num espécie de duelo de espadas e meu pau vibrava de duro.

E minha esposa levantou e me fez ficar entre as pernas da loira e empurrou minha cabeça ao encontro da piroca e olhei pra minha esposa e olhei o pau e comecei devagar e sentir o membro na boca e perdi as estribeiras e chupei com força.

E minha esposa estava danada e me mandou apertar as pregas pra morena ver. E a parte inesquecível foi quando a morena veio por trás de mim e pincelou o pau no meu cuzinho e disse agora veadinho vou de mostrar o que é uma bagagem na bunda. E sem parar de mamar eu mesmo coloquei as mãos pra trás abrindo a bunda.

E que eu podia fazer senão da pra elas? Ninguém ia saber mesmo que além de corno eu era veado, mas a morena meteu com força e minha mulher me segurou e disse pra eu morder o travesseiro e aguentar e isso é só preparação pra ter experiência com outros machos.

Mas primeiro ela ia me batizar e ia arrebentar minhas pregas. E nisso eu ia pra frente e para trás e foi tão delicioso e sem me masturbar gozei a sentindo meter tudo e ela arrebentou as minhas pregas e só parou depois que gozou no meu cuzinho, E minha esposa me ordenou a apertar e soltas às pregas arrombadas deixando sair à gala e assim fiz e nem sentir vergonha eu estava gostando de ser o veado na cama pra duas.

E na hora que fui enrabado não tinha mais volta. Eu era veado mesmo e pequei a loira e a fiz ir por trás meter e ela segurou minha cintura e enfiou e assim eu dei a bunda pros travestis e após isso dormimos e aproveitei acordei a loira e bati punheta pra ela e chupei os seios e após isso virei de lado e dei o cuzinho pra ela.

E foi como uma despedida de veado. E dessa vez foi mais tranquilo e sentir as golfadas que rebolei a sentindo gozar no meu cuzinho e apertei com as pregas o pau dela e agora sim foi como uma despedida de marido corno veado.

E depois que foram embora tive relações sexuais com minha esposa. E quando minha esposa viajou invés de procurar na internet vídeos de mulheres eu procurei de travestis e excitado fico batendo umas punhetas.  E agora fora a minha esposa nem quero outra mulher e estou pensando, é claro se houver sigilo, que ela arrume outras e eu gosto de chupar e da a bunda. Mas estou louco pra comer uma rosquinha. Mas enquanto isso não acontece já fui ao interior visitar um amigo e chupei alguns rapazes no quintal da vizinha e a noite na cama eu dei a bunda pro meu amigo.

Está história é referente a um amigo que contou sua história em uma mesa de bar e ele se excita quando o chamo de corno veado, mas é claro que digo isso nos ouvidos dele e o segredo é garantindo.

Autora; Maísa Ibida Aoi.

4 comentários sobre “Além de corno, garotas de pau grosso comeram minha bunda.

  1. Gostaria muito de esperimenta um travesti chupar ele até o saco e depois da bem gostoso mais fico com receio de alguém descobrir pois sou casado e minha mulher é meio carerta.
    Se tiver algum bem feminina interessado me manda um e-mail

Deixe um comentário