A namorada puta do meu amigo

A namorada puta do meu amigo. Meu amigo tem uma namorada chamada Fabi, que sempre teve a maior fama de puta, mas o meu amigo nunca deu muita trela e já brigou com todo mundo que falou mal dessa mulher, mas bastava a gente ir com ela para um barzinho, ela enchia a cara e já ficava toda soltinha e o corno como também sempre tava bêbado, nem percebia ela dando corda para os amigos.

Um dia rolou um show de uma dupla sertaneja, fomos, e ela tava gostosa pra caralho, ela é uma morena de mais ou menos 1,60, toda deliciosa, peitinhos no lugar, coxinhas grossas, bunda empinadinha e um rosto perfeito. Ela mexia com minha imaginação, mas eu sempre botei na cabeça que mulher de amigo é homem e fugi dessa tentação braba.

Nesse dia curtimos o show pra caralho e o André (meu amigo e namorado dela) ficou bebaço, o cara não conseguia nem ficar em pé e ela acabou discutindo feio com ele porque ele deu a maior treta com ciúmes da roupa que ela tava usando no show, e com razão, os homens estavam todos secando aquela gostosa, inclusive eu e ela percebia e adorava.

Nesse dia como eu tava de carro e não tinha bebido muito, fui encarregado de levar cada um pra sua casa. Ele pra dele, e ela para a dela, já que a mina tava puta com o André. Ele ia dormindo no banco de trás e a safada me encarando, sorrindo, puxando papo, eu ali meio nervoso e ela bem alta também por causa das biritas começou a alisar minha coxa na maior cara de pau. Fiquei de pau duro e nervoso com medo do meu amigo acordar, mas ele geralmente apagava geral mesmo.

Ficamos assim naquela brincadeirinha safada e paramos quando chegamos perto da casa dele. Deixei ele lá, rolou mais treta mas botei ele pra dentro, conversei com os pais e tal. Perguntei a ela para onde a gente ia, eu não queria nem um pouco ir na casa dela, então ela disse que tinha um motel ali perto que era bem legal e fomos. Chegando lá a gente mal estacionou e ela já veio chupar meu pau. Ela foi bem safada e disse que achou que eu nunca ia notar que ela tava louca pra me dar.

continua depois da publicidade

Me senti mal por trair meu amigo mas aquela safada é gostosa demais e chupava muitaço. Eu ia empurrando devagar minha pica na boca dela e ela deixou meu pau todo babado até eu gozar na boca dela. Fomos para o quarto, tomamos banho e comecei a chupar a bucetinha dela debaixo do chuveiro. Ela tem um cheiro delicioso e sua boceta é toda bem cuidada e lisinha.

Ali mesmo debaixo da água levantei umas das pernas dela e comecei a meter pica. Ela é tão puta que nem pediu camisinha, foi no pelo mesmo, meu pau entrando até o talo na buceta gostosa dela, só faltava eu empurrar as bolas dentro. A piranha tem um rabo, quando sai do banho botei ela de quatro e caprichei na chupada que eu dei no cuzinho gostoso dela. Chupei mesmo até piscar e sentir o melzinho da sua buceta escorrer pela minha língua.

Meu pau duraço e ela doida pra dar, não deu outra, meti até no seu cuzinho e fiz o melhor anal da minha vida com uma gostosa, ela ficou com um baita rombo no cu depois de sentir meu pau, mas ela era fogosa e queria mais, pediu com força até eu tirar sangue do seu rabo. Acabei não me aguentando e dei uma gozada forte no seu ânus até meu leitinho escorrer. Ainda bem que meu amigo nem imagina que eu como a putinha dele.

Deixe um comentário