Meu marido e o vídeo de corno manso

Meu marido descobriu que eu andava rebolando em outros paus, passam-se algumas semanas e depois da raiva, parece que veio uma excitação e ele vinha de forma dengosa à cama e falava que não queria me deixar e que aceitava ser corno. E percebi que a vontade dele era tão intensa em ser corneado que eu não precisava ir longe e ele queria mais uma vez.

E a pessoa que se encaixava no perfil: o vizinho. E meu marido falou se ele contasse ninguém ia acreditar e ele seria eleito o maior mentiroso do bairro e ganharia o troféu Pinóquio. E rir desse comentário e vi que meu amado me apoiava e respondi –  Então temos um trato? Então você vai ser corno manso e ficas escondido vendo meu desempenho e compramos equipamentos para gravar escondido e era um tira, coloca em outro lugar… Acho que aqui não… É melhor ali…

E surgiu oportunidade… Haveria uma comemoração na casa dele e o aticei a beber, pois embebido iria retardar a vontade de ele gozar logo. E me aproximei e com meu hálito com teor de bebida e falei estava com calor e ia tomar banho de piscina e corri pra casa, tomei banho e pus o biquíni e não deu outra, logo ele aparece no muro.

E chamei o garoto e falo que sabia que sempre que estou no quintal ele aparece no muro só pra espiar minha bundinha, e que sou casada e mereço respeito e a sorte dele é que meu marido saiu, senão ia contar e agora por “punição” ele teria que passar óleo em minhas costas e deitei na borda da piscina perto da grande de ferro, onde havia um microfone escondido.

E por ser um garoto novo, era nítido o nervosismo dele, porém ele começou a passar e arrebito a bundinha encostando-se ao pau dele e todos sabem que pau de garoto novo fica logo duro e esfreguei inocentemente um pouco e disse… Que isso? Você está de pau duro?

E olhei para trás e falei sorrindo que ia contar um segredo e ele não contar a ninguém. Ele prometeu. – Você lembra que eu disse que mereço respeito se o marido está em casa? Então o segredo é quando ele não estiver eu fico com vontade em dar uma coisa e olha o que eu quero dar.  E puxei o biquíni e contraio as pregas e o rapaz logo afobado tira pra fora uma vara comprida e grossa.

E pela afobação nunca havia experimentado, e isso só me atiçou, e nada melhor que um inexperiente que a gente possa “ensinar” e vi aí a melhor oportunidade pra ser putinha e resolvi dar a ele uma aulinha de “sorinha” vagaba e dar a ele, aulinha de como comer uma saborosa argola de mulher.

E falei num tom calmo, você tem que fazer uma massagem. E depois dessa massagem era hora da “sora” ensinar o segundo passo. Jogar óleo e enfiar o dedo. Ele socou um único dedo, pois eu queria sentir o prazer da dorzinha que a mulher sente ao da o cuzinho, então nada de dois dedos.

Amigos (as) leitores… Eu queria da à xana e chupa o pau dele, mas minha vontade não iria parar enquanto ele não gozasse fosse à boceta ou na boca e por isso… Foi difícil, foi difícil, mais resistir e meu marido têm desejos de fazer um vídeo de corno, então que excitação maior o teria do que ver a esposa espernear de dor dando o apertadinho dela?

E sendo assim, dei a ultima lição, lubrificar o pau com óleo e enfiar na rosquinha. E tarefa passada… Lição quase concluída: fiquei de ladinho… Abri as pernas e direcionei á entrada do furinho e com a outra mão abri a bunda pra facilitar a penetração…

– Agora vai mete, e ele forçou a entrada e dei um gritinho… Aiiii, a cabeça tá entrando no meu cuzinho, vai devagar que a cabecinha tá dilatando… Tá abrindo… É isso querido está entrando você esta abrindo de forma tão gostosa o meu cuzinho. E falei numa voz mais melosa possível e audível para ser bem captada pelo fone escondido.

-Que sempre tive o desejo em recebe o meu amado em casa com o anel fudido e meladinho de porra, e vai ser tão gostoso que quero bate uma pra ele. E o garoto todo afobado só conseguia dizer… Eu não conto pra ninguém Maísa, eu não conto que eu comi teu cuzinho… E viria sempre que eu chamar.

E contrair as pregas deixando o pau dele pressionado e agora eu sabia o que tinha que fazer e não era hora dele gozar. E qualquer mulher que ler isso sabe do que eu estou falando; Era hora de fazer nosso prazer intimo de mulher.

continua depois da publicidade

E pra quem não sabe eu digo… Nosso prazer de mulher em fazer um homem socar uma acelerada em nossa homenagem seja no banho ou na cama e ainda que ele esteja com outra mulher, ele vai lembrar-se da vizinha que dá o cuzinho.

E o fiz parar e fui retirando e puxei ele pela mão e fique vendo o pau ir balançando e fiquei a imaginar aquele que me pediu em casamento correndo pra outra janela com uma câmera vendo a esposa leva um garoto novo e de pau duro para trás da casa.

E lá eu disse a penetração era comigo e iria mostrar como uma casada fode com a bundinha e fui enfiando e contraia as pregas para ele sentir o impacto e jamais esquecer que a vizinha do lado enfiou devagar e apertou as pregas na manjubona dele

E assim, maliciosamente eu criava um punheteiro que iria passar noites se punhetando ao lembrar que uma jovencita contraiu as pregas na grossa caceta dele. E sendo assim tão sem vergonha e sem pudor que dei munição às cenas gravadas. Afinal eu estava fodendo como uma galinha exemplar e por isso estava na minha obrigação no pedido.

-Agora vou abrir tudo e mete com força e não se importe com meus esperneio de dor, é na siririca que eu gozo e serei a tua putinha escondidinha do amado, que nem desconfia que quando ele sair, a esposa dele vira vadia.

E falei isso num tom bem audível, pois esse é o clímax que todo marido punheteiro de plantão fica esperando ouvi de sua amada e idolatrada esposa, sendo uma vadia exemplar e ordenando que outro lhe arrombe com força e vigor o lindo anelzinho rosado que ela possui.

E ele me puxou pela cintura e meteu até o talo e gritei e fechei os olhos e comecei a rebolar e sem mais resistir eu dava as estocadas, e foi assim que gozei… Masturbando-me com as pregas do ânus no piroca dele. E ele já não podia se controlar e por fim chegava a hora em que o tarado goza no cuzinho da jovencita casada do quarteirão, pois e esse é o esperado em qualquer vídeo do gênero. A hora que o marido acelera alucinadamente na bronha vendo outro bombar com força e gozar tudo dentro do ânus da esposa.

E neste momento sinto jatos de porra invadindo meu cuzinho e fui pressionando a bunda e senti o cuzinho enchendo nos ritmos da bombadas e pensei que ia desmaia, pois foi com muita força que ele bombou e ato consumado meu marido virou corno. E foi o próprio que fez a solicitação.

E puxei o biquíni e falei que ele deveria ir e se dependesse de mim e ele jamais contar, faria com ele o que prometi e lhe dei um beijo e disse quando eu chamar, tu vem que vou chupa tua pica.

E agora só faltava entrar em casa e será que meu marido gostou?…Só entrando vou saber, mas uma coisa eu sei… Quando o marido pede e diz que vai ficar escondido… É assim que uma casada da o cuzinho dela, não concorda ou você acha que não dei o cuzinho direitinho?

E o vizinho? Será que ele vai passar noites se masturbando? Ora, alguém lembra o começo da historia? Fiz um contrato com o marido, ele vai ser corno manso e vai ser muito corneado pela amada esposa, então ainda eu vou chupar o pau dele de uma forma que ele nunca vai esquecer, afinal sou professorinha dele e da minha bocetinha também faz parte das aulinhas e vou dar bem dado, alguém dúvida?

…Maísa Ibida…

16 comentários sobre “Meu marido e o vídeo de corno manso

  1. Adoro ser corno manso e ter uma puta em casa ou melhor ma rola de outros homens que acho normal e se ela mim dé gagau melhor meus parabéns au casal

  2. Adoro ser corno manso e ter uma puta em casa ou melhor ma rola de outros homens que acho normal e se ela mim dé gagau melhor meus parabéns au casal

  3. Procuro mulher fogosa ou casal liberal cujo marido queira ver sua amada transando comigo. são paulo capital e interior de sp, campinas e viajantes.
    Tenho local mas posso ir até vc
    Não quero prostituição, baixarias e sexo virtual.
    Contato inicial pelo e mail
    [email protected]

  4. Sou casado estou a procura de conhecer outros casais que queira trocar fotos da esposa e quem sabe futuramente marcar um encontro entre nós. Gosto de ser corno mais também gosto de fuder uma mulher casada na frente do esposo. meu número do zap é (062)985003599 somente casal ou mulheres BI

  5. Quero conhecer mulheres solteiras ou casadas liberadas pelo marido para sexo sem compromisso com muito sigilo e respeito.
    Sou de São Paulo, capital então pode se da região do Butantã, Pinheiro, Santo Amaro, Campo limpo, Taboão da Serra, Embú das artes, Grajaú, Piracicaba.
    Mulheres da que utilizam as linhas do metrô / trem, amarela, esmeraldas ou lilás.

  6. Sou casado e estou a procura de outros casais onde o esposo gosta de ver sua esposa fudendo com outro meu zap é (062) 9 94 44 30 27 somente para casais onde o esposo gosta de ser corno manso

Deixe um comentário