Histórias da Denise – O namorado da minha melhor amiga

Histórias da Denise – O namorado da minha melhor amiga

O namorado da minha melhor amiga

Essa história se passa em 1998 não posso dizer a idade que tinha.

Sempre andava-mos em trio e uma das minha amigas arrumou um namorado um pouco mais velho que a gente, que morava SOZINHO no mesmo bairro que eu e ela morava do outro lado da cidade (nossa cidade era pequena isso significa que ela morava a quinze minutos a pé da minha casa).

Como somos amigas muito próximas até hoje, ele acabou ficando meu amigo, e sempre me dava carona pra casa depois da gente sair pra alguma lanchonete ou balada da época. minha amiga sempre foi mais comportada do que eu,

O namoro deles era só beijinho na boca e algumas caricias de parte dele nela, mas nada de sexo, eles já estavam namorando a uns meses e nada, certamente ele estava subindo pelas paredes, e eu estava a quase seis meses sem da pra ninguém,

Pois, não queria sair com ninguém da minha idade e não queria “cair nas fofocas” da cidade, mas, ele não tinha familiares na cidade, e nem muitos amigos acreditei que não haveria problema (e estava certa).

Um dia voltando pra casa de carona com ele, começamos a falar sobre sexo, e eu disse:

Deve estar dificil pra você namorar com ela que não tem coragem de transar.

Ele riu um pouco e falou:

E realmente é chato, mas, não acho ninguém que queria da pra mim.

Aí foi minha vez de rir e dizer:

você não procura do seu lado direito.

Ele me puxou pelo braço e me beijou e disse:

Então achei e seguiu a viagem até a casa dele com a mão na minha perna. Entramos na casa dele e já fomos se agarrando, ele parecia um polvo ao mesmo tempo que estava com a mão na minha bunda estava apertando meus peitos e passando a mão na minha xana por cima da calça, eu me mantive submissa,

Até que ele pegou minha mão e colocou no pau dele, nossa que delicia sentir um pau na minha mão, já havia tempo que não sentia aquela coisa dura na minha mão, ele arrancou minha blusa e meu sutian e começou a chupar meus peito ali do lado da porta ainda em pé,

Tirou minha calca e a roupa dele ficando só de cueca e me deixando só de calcinha me virou de costas e esfregou aquela pica na minha bunda, eu gemia e dizia que estava gostoso, ele falou pra ficar de quatro no sofá e continuou a se esfregar em mim,

continua depois da publicidade

Tirou o pau pra fora e começou a esfregar por cima da minha calcinha na minha buceta e no meu rabo, até que eu não aguentando mais de vontade de abocanhar aquele pinto duro virei de frente pra ele e comecei a chupar e lamber de baixo pra cima começando nas bolas terminando na cabeça e depois engolindo inteiro,

Ele falou que estava bom e que eu chupava gostoso, aí falou que ia retribuir, tirou minha calcinha e começou a chupar minha buceta muito gostoso, mordia minhas coxas e depois enfiava a língua lá no fundo e mordia meu grelinho,

Eu dava uns gritinhos sufocados de tesão quando ele fazia isso, parou de me chupar e socou o pau na minha boca de novo, disse que queria mais boquete pois estava muito bom minha chupada até que não aguentou e encheu minha boca e minha cara de porra,

Continuei a chupar até limpar o pau que não amoleceu, continuou durinho, ele pegou uma camisinha e disse agora sim é hora de foder essa buceta gostosa, e foi o que fez, começou de frente pra mim me beijando e chupando meus peito e enfiando bem devagar, até que parou de me beijar e socou com muita força por muito tempo,

Depois me virou de quatro naquele sofá e ficou de pé atrás de mim e foi socando na minha buceta com vontade subiu junto de joelhos no sofá me deixando com o corpo grudado no sofá, puxava meu cabelo, dava tapa na minha bunda, me chamava de putinha gostosa, mordia minhas costas, estava muito bom aquilo,

Disse que ia gozar de novo eu pedi pra gozar na minha boca que tinha sido uma delicia aquela gozada na cara, tirou a camisinha e me fez chupar de novo até gozar na minha boca, foi uma gozada bem menor que a primeira mas foi bom, chupei bastante até limpar o pau, que pra minha surpresa não amoleceu nada.

Eu disse que se ia ficar duro queria mais pau, e ele atendeu meu pedido me comendo de frente de novo devagarinho com carinho e beijinhos até que voltou a fome e começou a socar forte, e disse: Agora vou comer seu cuzinho sua biscatinha, respondi:

Adoro da o cu, mas, come gostoso.

Ele ficou com um tesão muito grande me levou para o quarto me fez deitar de bruços na cama socou um pouco na minha buceta e foi pra porta do meu rabo devagarinho até entrar a cabeça e depois enfiou tudo de uma vez só, a dor e o tesão tomaram conta de mim, falei: come o cu dessa puta aqui vai, come, vai me fode, fode meu cu, foi o que ele fez até gozar pela terceira vez,

Dessa vez não foi em mim pois estava de camisinha, mas foi dentro do meu rabo. ficamos mais um pouco ali e já estava um pouco tarde, quase meia noite, ele me levou pra casa, meus pais já estavam dormindo nem viram que eu tinha chegado quase uma da manhã.

Desse dia em diante passamos a transar pelo menos duas vezes na semana, sempre depois de deixarmos minha amiga em casa, e isso durou cerca de 8 meses, até minha amiga descobrir que ele estava ficando com outra mulher da idade dele,

E isso dar uma repercussão com nossas famílias, porém, ninguém descobriu que eu e ele ficava. Minha amiga namorou mais uns três caras diferentes até se casar, e, Denise pegou todos até o marido dela pego de vez em quando, rsrs.

TE AMO AMIGA

Deixe um comentário