Aguentando na frente do marido

Aguentando na frente do marido
Olá eu sou Maísa Ibida. E esta é a segunda vez que meu marido assumiu na frente de outro que quer ser corno e veja como aconteceu… Ao visitamos a cidade onde morei lembrei ao meu amado que eu queria transar com muitos outros na frente dele e ele falava na cama que ia deixar e essa era a oportunidade e que eu tinha um amigo e depois de alguns dias e muito charminho ele me deixou ir ao encontro e bebesse umas com ele para em seguida o trouxesse para o apartamento e ficaríamos na sala e assim o meu amado apareceria e entraria no papo e discretamente eu passaria a mão nas pernas do nosso convidado e ir alisando o pau dele e faria um sinal e ele saberia que ele esta no “ponto”.
E meu marido entraria com o famoso papo de manso e falar que gostaria de vê a esposa mamar uma pica e não se preocupar que ele deseja ver tudo. E o dialogo aconteceu e falei sobre a vontade do meu marido que eu fosse devorada e que garantiu ficar manso e ouve um beijo e sem pressa, pois o objetivo era tranquilizar o “convidado”.

E faço logo a vontade do meu marido, desabotoei a calça do amigo e salta um pau duro e eu tinha que dar excitação ao meu amado ao ver sua esposa mamar e levei a boca e fazia barulhos típicos e fiz questão de bater com ela no rosto e olhar ao meu marido e perguntar.
Você quer me ver sentar nele só para ver como eu aguento? Provoquei.
E baixei a calcinha, abrir as pernas e ajeitei na entrada e arrebitei a bundinha deixando a visão privilegiada para o marido nunca se esquecer de que eu tinha relações sexuais na frente como uma esposa comportada virando biscate.
E começo um

rebolado cadenciado até acelerar e na sentada e meu amigo perguntou se eu ia gozar na frente dele e olhei pro meu marido e falei, vai marido bate uma enquanto tua esposa fode e vi-o tirar o pau pra fora e começar e ao vê meu marido batendo punheta gozei e beijando meu amigo falei, aproveita e goze na boceta que é o desejo dele e o amigo enche a minha boceta de semém. E trocamos um beijo e disse que era minha vez de dar atenção ao amado e levantei deixando o pau ir escapulir e fui sentar no na vara daquele que casou comigo e olhando pra baixo vir que escoriam gotas de porra da buceta que lubrificou o pau do meu marido.
E fiz questão de sentar devagar pra ele senti o impacto que ele era corno e a boceta estava cheio de porra de outro e não me lembro de ter sentido o pau como nesta vez inchado e cabeçudo e cheio de excitação tratou de me acariciar beijando meus seios, porém ele excitado não havia gozado, pois pelo efeito das bebidas por ele tomado fez com que seu gozo fosse retido temporariamente na fonte. E permanece duro.
E não tardou para o carinha viesse para o meu lado e virei o rosto a colocar o cacete na língua e sentir o prazer da mulher em fazer um pau de endurecer com esperma na cabeça e o amigo quis o que eu não esperava e mostrou assim que ele não estava ali na timidez e disse.
Tu vais aguentar dois… E respondi, mas primeiro o marido, deixa ele abri caminho e meu marido tira da boceta e enfia no cuzinho, mas só a cabeça e tira. E levantei levemente a bundinha, me oferecendo e ia ser enrabada e quando ele disse, não entendeste é dois pela frente.

E olho pro meu marido como se dissesse, amor será que eu aguento? E ele segurando o pau encaixou na entrada e graças o álcool por mim tomado me sentia anestesiada e nunca vou esquecer a sensação dos paus abrindo minha boceta e assim levei duas cobras brigando com a aranha e a aranha estava perdendo e estava sendo penetrada e arregaçada e toda vez que eu fazia um movimento fazia o som típico de buceta entupida de gala e assim eu estava prontíssima a gozar nessas cobras e a mulher que já gozou em duas varas sabe do que estou falando.
E meu marido fez com que eu me levantasse e com as mãos abriu minha bundinha e contraio as pregas e ele meteu o dedo no meu cuzinho lubrificando antes com o suco da minha boceta e sentir que era a “preparação” e não iria eu escapar sem dar o cuzinho pra ele e levantei e pus a mão no pau do amigo e fazia com que ela pulasse na minha palma e o fiz sentar em outra poltrona e fui sentando em cima dele.
E neste instante meu comedor pergunta se eu estava pronta e meus olhos foram aos do meu marido e balançando a cabeça para ele entender que eu estava pronta e ele me vê dá por trás me transformando na vadia que tantas bronhas lhe renderam e doeu muito, mas com umas reboladas e dando tempo pra me acostumar entrou e logo era minha vez de executar meu papel de esposa exemplar e aguentar na rosca na frente do amado marido.

E com a cabeça já dentro começo um sobe e desce e assim tinha relações sexuais por trás e meu marido aproveitando a posição levanta e passa os dedos ao redor das pregas alargando mais e fazendo com que ele metesse mais a vara e não há duvidas, era isso que o marido desejava e ver a esposa aguentar tudo.
E de proposito, levemente levantei fazendo com que o pau saísse e carinhosamente peço ao marido… Coloque a cabeça do pau dele na entrada, coloque pra mim amor vai coloque o pau dele na entrada no cuzinho da tua esposa e enfim ele colocou como pedir e sentei até o fim e sentir a pressão do pau ir dilatando as pregas e ele começou a fazer movimentos de entra e sai com força e foi comendo minha bundinha e pra completar pus as mãos a trás abrindo toda a bunda e aquela era a cena que meu marido nunca ia esquecer.
E meu marido me beijando a nuca e dizendo que delicia, nunca vou esquecer que minha esposa chupou deu a boceta e a bunda na minha frente e vou bater uma e vou gozar na tua costa. E parece que ele atingiu o ponto de bala ao começa dizer, goza cara no cuzinho apertado da minha esposa ela merece uma pombada segura no cuzinho apertadinho dela e ela sempre disse que queria dar o cu na minha frente.
E enquanto isso o cuzinho da esposa estava preste a ser inundado de esperma, meu marido se abaixou como querendo avaliar se eu aguentava as metidas e socadas no meu cuzinho e vê encher de leite e sentir na saída que escoriam espermas do meu ânus e eu ia contraindo e relaxando as pregas deixando escorrer.
E bem sabia meu marido era hora de acabar e rapidamente diz… Nossa ficamos muito tempo estar quase na hora de viajamos e de fato chegara a hora e logo o amigo se foi e só deu tempo de tomamos banho e chupa o pau do meu marido e logo aprontar as malas e ir viajar e assim ninguém na nossa cidade nem sabe e nem desconfia que aguentasse dois na aranha, mas sem problemas.

Autora: Maísa Ibida

3 comentários sobre “Aguentando na frente do marido

    • Olá Célio, tenho uma esposa mulata, dos peitos pequenos e uma bunda bem empinada e de uma buceta gulosa, só que meu pau é pequeno e fino e ela fica toda melada quando vê filmes pornôs com pirocas grossas.
      Então se for de seu interesse envie fotos ou vídeos de sua piroca para eu mostrar a ela, o nome dela é cidinha, fale o nome dela que encher a buceta dela de porra e depois seu cuzão, se ela ficar excitada enviarei fotos dela pra ti ver que bela anca ela tem.
      Envie para;
      [email protected]

Deixe um comentário