Contos eróticos – Tesão no cinema

Era uma sexta feira a tarde, eu e mais duas amigas decidimos ir ao cinema depois da aula, fomos ver “De Pernas pro Ar 2”. Geralmente quando combinamos de sair depois da aula, trocamos a calça do uniforme por um shortinho jeans, realça mais nossas curvas e chamamos a atenção de muita gente.

Sentamos la na ultima fileira bem no canto, Sara de um lado, eu no meio e Liza no meu outro lado. No decorrer do filme percebi que Sara estava meio inquieta, perguntei o que houve e ela disse que apesar do filme não ter nada demais, ela estava ficando excitada só de imaginar usando os produtos que o filme mostra. Ela falou isso no meu ouvido e também me deixou com um tesãozinho.

Coloquei a mão por cima do shortinho da Sara e fiquei acariciando a bucetinha dela, logo depois ela abriu o short e então coloquei minha mao por dentro da calcinha e continuei estimulando. Liza viu aquele movimento todo e logo quis entrar na brincadeira. Ela me beijou e começou a acariciar meus seios por debaixo da blusa. Coloquei minha outra mão na bucetinha dela também, que ja estava toda molhadinha. Eu tava doida pra colocar a boca em uma das vaginas, eu ja estava cheia de tesão. Mas era meio dificil ali.

Antes mesmo do filme acabar a gente resolveu sair. Pegamos o primeiro taxi e viemos para minha casa. Indiscretamente, no taxi, as caricias continuaram, uma com a mão na bucetinha da outra, não queriamos disfarçar já que o motorista era um gato e estavamos gostando de ver ele excitado com aquelas tres gostosas se tocando. Antes de sairmos do carro, ele nos deu o telefone dele para chama-lo para a proxima brincadeira, quardei na mochila e entrei, eu não podia mais esperar para ter aquelas duas gostosas pra mim. Fomos para o meu quarto e sem cerimonia tiramos nossas roupas e começamos a nos beijar, as tres juntas. Depois comecei a acariciar o seio fartos da Sara e coloquei os seios medios, podem durinhos, da Liza na minha boquinha.

Fui descendo devagar até chegar nas bucetinhas inchadas daquelas cachorras e comecei a chupar uma enquanto dava dedadinhas na outra e fui trocando. Enquanto isso elas se tocavam, trocavam caricias e me olhavam com aquela cara de tarada delas me pedindo mais. Continuei chupando até que Liza gozou bem gostoso e eu senti todo aquele melzinho na minha boca. Então me deitei, Sara colocou aquela bunda sarada na minha cara, me pedindo pra chupar mais, enquanto ela e Liza chupavam minha bucetinha simultaneamente.

Aquilo me deixou louca de tanto tesão, ficamos ali por alguns minutos, até eu sentir as pernas da Sara tremendo de tesão, sinal que ela gozou muito gostoso e quando percebi fiquei mais excitada e acabei gozando junto com ela. Me levantei e fui até meu armario, tinha alguns acessorios pra gente apimentar mais ainda aquela brincadeira, enquanto isso as duas ficaram se beijando e trocando caricias na minha cama, só de ver aquela cena eu ja fiquei louca de novo. Então peguei uma cinta com pênis,  um vibrador e um lubrificante e levei ate elas.

A Sara é lesbica e não curte muito um pau gostoso nela, então geralmente ela fica com a cinta. Fiquei de quatro e a Sara se posicionou bem atras de mim, a principio ela começou a socar na minha bucetinha e com o lubrificante espalhado nas mão foi dando dedadinhas no meu cuzinho. Liza sentou na minha frente de pernas abertas e eu manuseava o vibrador nela e dava algumas lambidinhas no clitores dela, ela genia muito, adorava deixar ela assim com o mix do vibrador com minha boca.

Eu continuei brincando com a bucetinha dela ate que sentir aquele penis de borracha entrar no meu cuzinho, eu não aguentei e comecei a gritar de tesão, Sara ia cada vez mais rapida nos movimentos entanto me estimulava mais ainda com os dedos. Logo em seguida Liza gozou gostoso, então levantei minha cabeça e Sara puxou meu cabelo, começou a me dar tapas na bunda, me chamava de minha vadia e eu dizia vai sua cachorra, fode meu cuzinho todo delicia. Não demorou muito pra eu gozar muito. Eu podia sentir o melzinho escorrendo pela minha coxa. Foi uma das melhores transas com aquelas vadias. Na proxima, vamos ligar ara o taxista, com certeza!

Deixe um comentário