Tio Paulo e tia Sheila abusaram de mim

Tio Paulo e tia Sheila abusaram de mim

Essa foi uma das minhas primeiras experiências sexuais, mas tenho certeza que serviu para me despertar para a vida rsrs, meus pais sempre tiveram um casal muito amigo, na época Paulo tinha 45 anos, ele tem estatura média, uma pequena barriga, cabelos já grisalhos e um rosto bastante amigável, sua mulher Sheila tinha 42 anos, baixinha, bem gostosa, loira e da pele bem clara.

Eu ainda era garoto, mas já tinha muito tesão acumulado, tenho a pele clara, estatura mediana, cabelos e olhos castanhos. Pela amizade de Paulo e Sheila com meus pais serem de longa data, acredito que desde que me entendo por gente já sou acostumado com a presença dos dois, eles não tinham filhos, então sempre que era meu aniversário, natal ou qualquer data comemorativa eles davam presentes bem gratificantes.

A casa deles era muito bonita e cheia de conforto, aos domingos era comum que íamos para lá e passávamos o dia. Já havia reparado Sheila algumas vezes, por estar na idade, não deixava passar nada, mas sempre tinha muito cuidado, não queria causar constrangimentos. Quando estava de férias as vezes ia até a casa deles no meio de semana, para tomar um banho de piscina, era bem comum e eles sempre faziam muita questão que fosse, me tratavam como filho.

O Paulo trabalhava fora, enquanto que sua mulher ficava em casa, fazendo alguns hobbies. Lembro perfeitamente desse dia, quando tudo começou, era janeiro, o dia estava bem quente, fui até a casa deles como um dia qualquer, chegando,

Sheila me recebeu com muito carinho como sempre, conversamos por um tempo e depois ela disse para eu aproveitar a piscina. Fui até a área de lazer e fiquei tomando um sol por um tempo, entrei na água algumas vezes, como sempre fazia, do local que estava dava para ver a janela do quarto deles, que era totalmente de vidro, quando olhei de repente vi que Sheila estava saindo do banho, apenas de toalha enrolada no corpo, pensei que ela fecharia a cortina, mas para meu espanto ela simplesmente deixou cair a toalha.

Sabia que ela havia esquecido que eu estava lá embaixo, mas não tinha como avisa-la rsrs como estava de óculos escuros, apenas fiquei imóvel. Não podia perder aquela oportunidade fiquei observando-a inteira até que se vestiu, colocou uma calcinha preta e uma roupa de verão, como era gostosa sua bunda, seus seios. Quando ela terminou de se vestir e olhou pela janela me viu deitado na cadeira de sol, continuei imóvel e esperei, passados alguns minutos ela desceu até a área. Fingi que estava dormindo, para que ela pensasse que não vi nada. Ela me chamou:

-Arthur, como está a água?

Fingi que estava despertando naquele momento e disse:

-Nossa vc acredita que acabei tirando um cochilo?

Percebi que seu rosto ficou feliz em saber que estava dormindo rsrs. Depois acabei indo embora, mas quem disse que aquilo saia da minha mente, todos os dias no banho, antes de dormir ou qualquer momento que viesse a cena da dona Sheila nua tinha que me masturbar kk.

E o pior que jamais poderia contar aquilo para ninguém. No final de semana fomos para a casa deles, primeira vez que veria Sheila de novo, dessa vez Paulo estava em casa, ele adora brincar comigo, perguntar sobre garotas e tudo mais, mal sabia ele que havia passado a semana me masturbando pra mulher dele rsrs. Já era meio tarde, meus pais estavam conversando na parte debaixo, Paulo disse:

-Ei Arthur, No meu aniversário passado ganhei uma sunga, mas acho que a pessoa não me conhecia bem, ficou muito pequena e agora não tem mais como trocar, vamos la em cima se der em vc, pode ficar com ela

– Opaa! Sempre bem vindo – brinquei com ele

Fomos até o quarto, apenas eu ele , meus pais e Sheila ficaram la embaixo conversando, chegando no quarto a cortina estava bem fechada dessa vez rsrs ele foi até o guarda roupa e pegou a peça, era realmente pequena para ele, ele me entregou e disse:

– Experimenta ai, vai que vc dá sorte

Peguei a sunga e ia me dirigindo até o banheiro, até que ele disse:

-Não se preocupe pode experimentar aqui mesmo, não quero ver homem pelado não rsrs

Como eramos bem próximos, não vi problema nenhum, até por que ele já havia me visto de sunga varias vezes, tirei a roupa e comecei a colocar a sunga, para a minha surpresa, enquanto estávamos nú ele me deu umas boas reparadas e ainda disse em tom de brincadeira:

– Que isso heim menino está com uma boa pingola, já deve ta dando trabalho para as meninas hahahaha

Fiquei um pouco com vergonha, mas acabei ficando com a sunga. Ainda não sabia que era apenas o começo….
Passado alguns dias, voltei até lá, era dia de semana, e para minha surpresa foi Paulo que me recebeu em casa, disse que estava de folga e que hoje iria curtir o dia também, fomos lá pra baixo, jogamos bola e tomamos um banho de piscina depois nos deitamos nas cadeiras de sol, passado alguns instantes, Sheila que estava lá em cima, saiu novamente do banheiro apenas de toalha, nesse momento gelei e pensei:

“se ela ficar pelada mais uma vez o Paulo vai sacar o porquê venho tanto aqui”
Dito e feito, a danada apenas jogou a toalha no chão e ficou nua, dessa vez não poderia nem olhar, para minha surpresa, Paulo olhou para mim e disse:

-Olha que safada nossa Sheila, ela faz isso só para provocar

– Não é melhor avisar ela? As vezes ela se esqueceu de puxar a cortina hoje…. – disse tentando remendar

– Não, não, ela sabe que estamos vendo, ela gosta de se exibir, não fique com vergonha garoto, pode olhar a vontade, aposto que essa rola já ta doidinha ai embaixo

Nisso ele que estava do meu lado passou a mão por cima da minha sunga, eu fiquei paralisado, não sabia o que fazer, e juntou o fato de estar vendo Sheila peladinha na janela com a alisada de Paulo, meu pau rapidamente ficou duro, não tinha mais como disfarçar. Ele vendo que meu pau endureceu apenas de tocar, voltou a colocar a mão e disse:

-Pode relaxar, nãoo tem nada de mal nisso, só quero lhe fazer um carinho….

Ele tocou mais um pouco até que abaixou um pouco minha sunga e tirou meu pau para fora, eu apenas conseguia olhar pra janela e ver dona Sheila peladinha, mas estava com muito medo, de tudo, inclusive se ela visse aquela cena, quando ele estava começando a me masturbar, Sheila virou para o lado da janela, ainda pelada, viu a cena, colocou as mãos no rosto de surpresa, eu retirei a mão de Paulo rapidamente, quando vi que ela fez sinal para que nos fossemos lá pra cima, com cara de safada.

Só pela sua expressão já sabia que viria coisa boa por ai rsrs Paulo disse:

-A patroa está chamando, vamos?

continua depois da publicidade

Subimos rapidamente, não sabia o que pensar, estava com medo, vergonha e com tesão rsrs mas não tinha como negar tudo aquilo, quando chegamos até o quarto ela ainda estava nua, de perto era ainda mais gostosa, quando me viu disse:

-Não é que nosso menino cresceu? Riu e olhou para o Paulo

Paulo disse para me deitar na cama e ficar à vontade:

-Não precisa ter vergonha, vc já é rapaz, vamos apenas brincar um pouco…

Deitei na cama, ainda de sunga, Paulo veio e tirou sua bermuda, sua rola era meio pequena rsrs nunca tinha visto outro homem pelado, ele veio até a beirada da cama e tirou minha sunga, Sheila foi até a outra beirada e os dois começaram a me tocar, passavam a mão por todo meu corpo, minha respiração estava ofegante, muita excitação acumulada.

Os dois subiram na cama, se beijaram por um instante ainda me tocando, e desceram os rostos em direção ao meu pau, e começaram a me chupar. Melhor sensação da minha vida até então, os dois tinham a boca bem macia, me chupavam com bastante vontade, da dona Sheila já esperava isso, mas o Paulo me surpreendeu muito.

Sentia os peitos dela me tocando, me dava ainda mais tesão, Paulo foi ficando excitado também, por estar próximo de mim comecei a sentir seu pau encostar na minha mão, como estava ali resolvi aproveitar ao máximo, fui logo segurando ele, só de tocar ele já ficou totalmente ereto.

Os dois então se deitaram na cama comigo, comecei e beijar Sheila, segurando seus cabelos, Paulo beijava meu pescoço, sempre segurando meu cacete, estava quase gozando só de sentir todo esse amasso, quando Paulo disse:

-Vamos Sheila, fica de quatro ai pro menino se divertir

Ela sorriu e disse olhando para mim:

-Vem comer a tia Sheila vem!!

Quando vi aquela bunda deliciosa de quatro, com aquela bucetinha melada me esperando, não pensei duas vezes, comecei a meter bem gostoso, ela gemia de tesão, eu puxava seus cabelos e dava alguns tapinhas na sua bunda, enquanto o Paulo assistia tudo, e colocava seu pau para ela chupar, ela gemia de prazer sentindo as duas rolas,

Depois ela deitou de frente e continuei a meter, só que dessa vez Paulo veio por cima dela, se posicionou na minha frente e colocou o pau no meu rosto, fiquei meio sem saber o que fazer,

Jamais tinha pensado em chupar outro pau, mas como estava comendo a mulher dele, não tinha como negar, meio sem jeito fui colocando na boca, apenas a cabeça, enquanto metia nela comecei a gostar também de chupar, em poucos instantes já estava chupando quase tudo, já doido para gozar.

Sheila tomou iniciativa e disse:

-Agora quero ser metida pelos dois

Paulo disse então:

-Arthur, pode continuar na bucetinha que o cuzinho dela é só meu rsrs

Já estava tão feliz com tudo aquilo que nem liguei, deitei por baixo, enquanto ela deitou sobre mim, que delicia sentir todo seu corpo suado, enquanto isso Paulo começou a comer o seu cuzinho, ela se movimentava de forma que as duas pirocas brincavam dentro dela,

Eu chupava seus peitos para complementar e dava alguns beijos e mordidas no seu pescoço, em poucos instantes ela começou a aumentar a velocidade até que soltou um gemido bem alto e gozou, seu corpo se estremeceu por cima do meu, que sensação maravilhosa. Paulo percebendo que ela tinha gozado disse:

-Agora é minha vez de me divertir um pouco – ele deitou de quatro na cama abrindo sua bunda

Seu cuzinho era bem pequeno, e estava sem pelos, pensei:

-Mas que safado…

Comecei a comer ele então, cuspi um pouco no seu cuzinho para facilitar a entrada, comecei a brincar com a cabeça da rola na beiradinha enquanto ele implorava:

-Vai come o tio Paulo… vai com força….

Assim que coloquei a cabeça senti minha rola escorregar pra dentro, ele gemeu alto de prazer, comecei a bombar com força enquanto Sheila o masturbava, logo ele se levantou começou a se masturbar em nossa direção e jogou um jato de poha, primeiro em Sheila e depois respingou em mim, nisso os dois se ajoelharam e começaram a me chupar novamente, até que não aguentei também, Paulo fez questão de limpar cada gota de poha, lambendo tudo, Sheila beijava minhas bolas.

Depois dessa transa maravilhosa tomamos um banho juntos, eles aproveitaram para me esfregar por todo o corpo, ninguém nunca ficou sabendo disso, e acabamos repetindo mais algumas vezes, até que me mudei de cidade e ficou mais complicado, mas desde então meu sonho é encontrar outro casal safado rsrsrs.

Quem gostou do conto fique à vontade para me escrever meu e-mail é [email protected]

Deixe um comentário