O médico bonitão ganhou minha confiança

Estava ansiosa esperando ele chegar, nunca tínhamos saído e não sabia o que podia acontecer, já que as preliminares foram todas por telefone e internet. Ele era médico, lindo, forte, chamava atenção em todo lugar que passava. Eu também não ficava pra trás. Bonita, com um corpo bem torneado.

Ele chegou, entrei no carro e cumprimentei com um beijo no rosto, toda tímida, mal sabia o que conversar, pessoalmente as coisas mudam um pouco. Ele andou um quarteirão e parou o carro. Me atacou com um beijo enlouquecedor ali mesmo, me apertando e passando as mãos pelas minhas costas e pernas, me assustei e pedi pra ele ir com calma, e ele dizia, relaxa gata… depois de muitos beijos ali, eu já estava completamente fora de controle e excitada, ele muito mais…. andamos mais um pouco conversando sobre nossas vidas, o que fazíamos e quando vi ele estava em frente a um motel, levei mais um susto, não deixei ele entrar. Pedi então pra irmos a um driving, esses que namoram dentro do carro, achei que ali eu pudesse segurar um pouco e não deixar rolar naquele dia ainda.

Chegamos, ele me beijou mais e mais, ainda dentro do carro, saímos e me encostou na parede… apertando meu corpo do dele, ele tava excitadíssimo, me passava as mãos por todo corpo e eu falei que estava com medo, não sei, acho que pelo fato de eu ser noiva… estar traindo, isso me deixava confusa, mas ao mesmo tempo louca de tesão.

Parou de me beijar e conversou um pouco, me olhando nos olhos, nas minhas mãos, me acalmou e começou com os beijos de novo…. ahhh que beijos inesquecíveis, talvez um dos melhores da minha vida.

Abaixou a alça da minha blusa, passando as mãos pelos meus seios, por fora do sutiã, dizendo o quanto eram lindos, desabotoou e tirou, chupando eles com muita vontade. Eu reagia apertando aqueles peitos fortes contra mim, como era gostoso, cheiroso, eu tava louca de tanto tesão. Abaixou minha calça, alisou por fora e enfiou a mão dentro da minha calcinha, eu tava muito molhada e ele me olhou e disse: – como você é gostosa… isso porque está com medo, imagina se não tivesse. Isso me arrepiou ainda mais e naquele momento esqueci de tudo lá fora e me entreguei. Passei as mãos no pau dele, tava duro que nem pedra, abri o zíper, fiquei de joelhos e coloquei ele dentro na minha boca, chupei com vontade, ele tava enlouquecido e não cansava de falar como eu era gostosa, como eu chupava bem. Ele levantou uma das minhas pernas e me penetrou com muita vontade, sempre me beijando muito. Me virou de costas e me apoiou no capo do carro, bombando com força, eu gemia de prazer. Estávamos tão excitados que o gozo veio logo, primeiro eu e em seguida ele. Tirou o pau de dentro de mim e gozou ali mesmo no chão. Foi tudo muito rápido e maravilhoso.

Me abraçou e ficou alguns minutos assim, eu sentia seu coração disparado. Me beijou e nos vestimos.

Me levou pra casa e depois disso ainda saímos mais duas vezes. Inesquecíveis também… Uma outra história….

Deixe um comentário