Minha putinha particular

Minha putinha particular

Bem caros leitores esse relato será o primeiro de vários irei usar sempre o mesmo titulo porém com números.

Os nomes dos autores são fictícios porém os lugares reais

Acredito que tudo começou a 8 anos em 2010, trabalho em uma empresa de tecnologia muito grande multinacional em São Bernado do Campo. Sou desenvolvedor WEB e crio softwares para diversas contas e uma das contas era uma que atendia clientes de um banco.

Ela a Gi entrou com 18 aninhos na empresa eu já tinha seus 30, nunca a tinha visto na operação, porém ela subiu de cargo e foi para uma área de suporte. Eu que desenvolvia diversos softwares dessa área.

Quando a vi pela primeira vez já vi que tinha um potencial monstruoso, era uma morena pernambucana alta, sorriso fácil e o melhor era noiva.

Comecei a investi contra ela através de e-mails e mensagens por skype mas nunca tive sucesso, ela e as amigas delas já sabia da minha fama e sempre me dava fora.

Quando eu desisti depois de uns 2 anos tentando ela fez uma brincadeira comigo onde eu depois mandei a foto de um motel para ela, ela endoidou e falou que sabia cuidar bem de uma mulher.

continua depois da publicidade

Comecei a instigar via skype até que um dia a conveci de ir nas escadas de incêndio no 4 andar. Comecei a beija-la fortemente e meter a mão em sua bunda e peitos, chupei muito forte e como estava de vestido fino mas longo fiquei alisando muito seu corpo. No primeiro dia não passou disso.

No segundo dia mesma coisa, fomos mais uma vez para a escada só que ela já sabia o que eu já tinha feito com a amiga dela nessa escada, no minimo se conversaram(história que contarei depois), porém dessa vez ela começou a alisar meu pau, mas não quis fazer uma gulosa.

Coloquei a mão por dentro da calça e ela estava molhada de uma forma que eu nunca vi mulher nenhuma daquele jeito. Tirei meu pau para fora e ela ficava segurando e masturbando com medo. Ela não queria de forma nenhuma na escada tinha muito medo

No terceiro dia estava muita chuva e ofereci carona para ela, já tinha intenção de tentar algo, conversando dentro do carro ela me sugeriu deixar ela dentro do estacionamento do Wall Mart que fica no bairro ferrazopolis. Esse dia ficamos durante 1 hora até que tirei o pau para fora e se deliciava batendo uma, passando no rosto e fez uma gulosa que até hoje não recebi igual, ela engoliu cada gota.

No fim ela me confessou que se assustou com o tamanho que era a segunda rola que tinha visto na vida, a vadia somente tinha visto a do Dru(apelido do noivo) que era manobrista em um estacionamento. A partir daquele dia ela virou minha puta, nunca tinha traido o Dru, mas ela foi a minha melhor transa, gulosas e loucuras.

Nos próximos capítulos contarei da amiga, dos lugares das formas das loucuras centenas de videos, milhares de fotos da minha eterna poderosa.

1 comentário sobre “Minha putinha particular

Deixe um comentário