Histórias da Denise – Dando pra dois!

Histórias da Denise – Dando pra dois!

Em uma viagem com a turma, fomos para um parque temático de ônibus, que tinha dois motoristas, eu estava sem sexo a umas 6 semanas, ninguém do pessoal dessa viagem sabia que eu não era mais virgem, e gostaria que continuasse assim, mas, a putaria me persegue.

No meio da viagem quando paramos em um lugar pra comer, escutei um dos motoristas comentando sobre as meninas do ônibus e um deles falou:

Queria pegar uma ninfetinha dessas!

Minha imaginação já foi direto pra onde devia:

Dar pros dois dentro do ônibus,

Então fui fazer meu trabalho de demonstrar a eles que estava disponível para sexo. Comi rapidinho e voltei para o ônibus e eles estavam lá, fiquei conversando com eles, conversas normais sem nada de besteira, pois, a galera já ia voltar, seguimos viagem e na chegada lá no parque voltei a conversar com eles, pouco tempo e segui com a galera.

Passamos o dia por lá e iríamos dormir lá, passar o dia novamente e voltar na noite seguinte, estava tudo certo para o plano se realizar, depois voltamos pro ônibus perguntei a eles onde eles iriam dormir se no hotel com a gente, eles riram e disseram que a empresa não pagava o hotel, eles iriam dormir no ônibus.

Perguntei onde ia ficar estacionada, disseram que seria no hotel mesmo, mostrei interesse em saber os horários e tudo mais, e o que falou da ninfetinha perguntou por que estava tão interessada na rotina deles, falei que era por curiosidade e fomos todo mundo pro hotel, todo mundo tomou banho,

Jantamos e ficamos perambulando pelo hotel, mas a galera estava cansada, era cerca de onze da noite tava quase todo mundo dormindo, as meninas do meu quarto estavam, alguns dos meninos estavam no saguão jogando baralho, e ninguém percebeu quando sai do hotel pro estacionamento,

Os motoristas estavam perto do ônibus tomando umas cervejas e fumando, sentei lá com eles e fomos conversando, me deram umas cervejas, com o objetivo de me deixar alegrinha (foi essas as palavras que usaram mesmo, mas, nem precisava) não demorou muito e o assunto virou sexo, contaram algumas coisas que já tinham feito eu contei minhas histórias também,

Eles ficaram espantados com algumas delas, estavam duvidando então perguntei se queriam que eu mostrasse, fomos pra dentro do ônibus, fecharam as cortinas e as portas, um deles já me agarrou e me beijou e começou a passar a mão na minha bunda o outro logo veio e me puxou do primeiro me agarrou também mas esse se concentrou no meus peito o primeiro veio e me encochou por trás apertando minha bunda e esfregando o pau nela.

Segurei o pau do que tava na minha frente e ele já abriu a bermuda deixando eu segurar o cacete, eu disse que queria chupar, ele sentou num dos bancos e tirou o pau pra fora, mostrando aquela cabeçona vermelha pronta pra minha boca engolir, enquanto eu abaixava pra chupar a pica o outro tirou meu shortinho e começou a chupar minha buceta,

continua depois da publicidade

Estava gostoso aquilo chupar e ser chupada de quatro,

Antes que o que tava atrás colocasse o pau em mim virei e falei agora vamos trocar e fui chupar ele enquanto o primeiro que chupei veio me chupar, o cara enfiou a língua no meu cu, coisa que não tinha feito ainda, achei estranho mas gostei, aquilo me fez chupar com mais vontade e gemer com um pau na boca.

Depois eles pegaram as camisinhas e um me fez subir em cima dele e o outro sentou do lado esperando a vez dele, passei pra cima do outro e o primeiro não ficou parado esperando eu voltar, veio pra perto, tirou a camisinha e fez eu chupar de novo, fiquei lá cavalgando e chupando,

Aí o cara que tava me comendo falou pra eu ficar de 4, fiquei e continuei chupando o cara e o outro me comendo,

Gozei daquele jeito, e o cara que tava me comendo também, mudamos de posição fui chupar o que tava me comendo e o que eu tava chupando foi me comer de 4. fizemos esse revezamento mais algumas vezes até que um deles me fez subir pra cavalgar de novo e o outro veio e começou a passar o pau pela porta do meu cu,

Eu disse que podia entrar devagar, nossa que delicia sentir dois paus dentro de mim, eu não sabia o que fazer, gemia, beijava o cara da frente, pedia pra ele chupar meus peitos, rebolava, xingava, pedia pra me xingar, dizia que era uma puta satisfeita em ter dois pau pra foder, e foi assim desse jeito por muito tempo,

Trocamos o lugar de cada um e fodemos muito por muito tempo, até a madrugada. Gozaram na minha cara e na minha boca, mas dentro de mim não, diziam que queria me ver toda melecada por fora.

Depois disso voltei pro hotel, as meninas ainda estavam dormindo, meus peito doíam de tanto que eles chuparam, meu cu ainda piscava de tanto levar vara e a buceta tava inchada.

Fui tomar banho olhei para o meu corpo, não haviam muitos roxos exceto nos peitos o resto do corpo tava tudo normal, os caras eram espertos em não deixar marcas.

Depois do banho caí na cama e dormi muito bem, no outro dia continuei conversando com eles até chegar em minha cidade novamente.

Não deu pra aproveitar uma segunda vez naquele dia, por falta de oportunidade, e também por que a primeira foi perfeita. Nunca esqueci aquela transa, que não foi a única a dois….

Deixe um comentário