Himalaia e um casal de Ipatinga

Himalaia e um casal de Ipatinga

Moro em Timóteo/MG, já tenho boa experiência saindo com casais, o que faço a mais de 6 anos, onde já saí com casais de todo Vale do Aço, Gov. Valadares, Caratinga, Belo Horizonte, Contagem e Vitória.

Mais uma vez estava eu na sala de bate-papo até que comecei a conversar com um marido, após sentir segurança em minha pessoa trocamos Skype e começamos a conversar por lá.

Após um tempo, quando ele se sentiu-se ainda mais seguro comigo, disse-me que ele tinha uma amiga e que eram meio que amantes, que ambos eram separados e que saiam assim sem compromisso e que ele era louco pra vê-la como outro, então, após algum tempo marcamos num barzinho de |Ipatinga e lá fui eu.

Chegando lá os identifiquei de longe, pois ele havia me mostrado uma foto, fiquei de longe a espreita e quando ele me viu, fingiu que foi ao banheiro e veio até mim e disse que era pra ir chegando próximo a mesa deles, que ficasse flertando com ela, mas com sutileza, pois deveriam parecer que eram um casal de verdade, ou seja, não deixar as outras pessoas perceberem do que estava rolando ali.

E assim fiz, fiquei ao lado da mesa deles, barzinho cheio, em dado momento, pedi pra colocar minha garrafa de Smirnoff Ice na mesa deles, o que foi consentido, então depois disso foi mais fácil puxar conversa, fingir que o papo era ao acaso pois ela também não sabia sobre mim, o seu parceiro a havia convidado pra sair mas não disse que já havia marcado comigo e ele havia me falado que falaria a ela que tentaria alguém pra ela naquela noite e claro, esse cara sou eu.

Então, após flertes, ele foi ao banheiro, cheguei bem mais perto dela e aí comecei a puxar conversa e em dado momento elogiei a roupa que ela usava e assim retirei dela um sorriso e claro, também falei que ela tinha um sorriso maravilhoso, então assim foi rolando esse jogo delicioso de sedução até ele retornar.

Quando ela foi ao banheiro, ele me disse que havia falado a ela sobre mim, sobre o que ela achava de ser eu o escolhido daquela noite, mas até aí ela ainda não sabia que seu companheiro e eu havíamos combinado, tudo deveria parecer por acaso.

Ela disse que gostou, que rolaria comigo sim.

Então não deu outra, volta e meio eu flertando com ela, principalmente quando ele saia da mesa, até quando ele foi ao banheiro novamente eu disse que ali estava ficando fraco, o movimento estava acabando e se o amigo dela quisesse, iríamos a outro local, então ela disse que por ela tudo bem e que veria isso com ele.

Tão logo ele voltou, fiz o convite a ele, que claro, topou na hora.

Saímos de lá e fomos direito pro motel, deixei meu carro lá mesmo nas proximidades do bar onde estávamos, e no carro deles mesmo comecei a acariciá-la, tocá-la nos seios, passar as mãos em suas pernas, ela sussurrava no ouvido do amigo e eu escutava:

Nossa amor, ele está me deixando excitada, estou molhadinha e ele dizia:

Não era isso que você queria?

continua depois da publicidade

E assim foi, já dentro do motel já fui beijando-a todinha, de cima embaixo, caí de boca, chupei-a demoradamente, talvez algo em torno de uns 30 a 40 minutos, chupei-a todinha, e somente parei quando ela implorou pra ser penetrada.

E assim foi, ficamos umas duas horas no motel e lá a máscara caiu, vacilaram e se declararam um casal de verdade, ou seja, eram casados e o marido amava vê-la assim com outro.

Mas ele não curtia entrar na brincadeira, gostava só de ver e se masturbar, ficar falando no ouvido dela:

Aí amor, você queria um cacete diferente, aí está.

Ele está te comendo gostoso?

Vai Júnior, enfia esse cacete nela!

Vai amor, geme alto, grita de diz que está gostando dessa vara que eu arrumei pra você!

O marido parecia que estava até com mais tesão que a esposa, pois narrava tudo e não escondia sua cara de satisfação diante tudo aquilo.

Após ter dado muito prazer a ela, pedi pra comê-la na posição que mais gosto, a de 4, amo ver uma mulher nessa posição, um misto de submissão e ao mesmo tempo a melhor forma de se apreciar o corpo de uma mulher, a anca ali bem exposta e assim foi, bombei e gostei gostoso, também urrando de prazer e o marido alegre em ver sua deliciosa e obediente esposa sendo devorada.

Caso casais vejam esse contato real, caso queiram, entrem em contato, moro em Timóteo no Vale do Aço, mas saio com casais de toda região, já fui a Governador Valadares e Caratinga, ambas cidades a 100 km de distância de onde moro e também já fui a Belo Horizonte, 220 km.

Aguardo contatos somente de casais e de mulheres, homens sozinhos não curto em nenhuma hipótese.

Sexlog: Himalaia
D4 Swing: Himalaia
Skype: [email protected]
E-mail: [email protected]
Celular: 031 98671-5297

Deixe um comentário