Dando o troco no chefe maldito

Olá meus queridos tudo bem? Então meu nome é Mauro e este é o meu primeiro conto aqui no canal um grande beijo e espero que gostem, aliás se gostarem avaliem.

Bom as minhas características são 1. 80 de altura, olhos azuis, sou forte e a minha bunda é grande ( meus colegas de trabalho zoam disso mais não dou bola), meus olhos são azuis mas são lindos nos formatos de olhos de árabes, meus lábios são carnudos, nariz médio e queixo pontudo, além de um lindo pescoço comprido, a e eu não tenho do que reclamar do tamanho do meu instrumento tem 23 cm de comprimento e 16 de circunferência.

Eu trabalho como estagiário em uma empresa de publicidade e propaganda e meu chefe é sem dúvidas um filho da Pu…, mas é gostoso, ele mandou eu trabalhar nos meus finais de semana por 4 meses sem parar e pra piorar tudo o cretino tem um apartamento de frente ao prédio da nossa empresa ele preparou meu quarto para que tomasse um banho, dormisse um pouco antes de voltar a ser um escravo sem descanso e o pior sem remuneração, ele ainda me ameaçava me demitir, eu como era apenas um estagiário aceitava quieto, até que em uma noite eu estava no apartamento dele tinha acabado de sair do banho, e fui pegar uma maçã na cozinha de toalha, até que ele me aparece me chamando de Eva de Adão e Eva por causa que estava comendo a maçã, eu fui brigar com ele eu ia enchê-lo de porrada, quando ia me aproximando ele tomou minha maçã me jogou contra a geladeira e me beijou, foi descendo aquela mão arrancando a minha toalha e me apalpando enquanto me beijava eu já duro de tesão, até que eu vou tirando seu terno e o deixo só de gravata e dou às ordens, se ajoelha seu puto, vai eu mandei se ajoelhar, ele me respondeu mal educado não, então sentei a minha mão na cara dele ele se ajoelhou me masturbando e pedia mais tapas dei mais uns 2 e fiz ele me fazer um garganta profunda o meu pau era bem grande pra boca dele então eu forçava até ele pedir arrego , parei de fazer aquilo e o puxei com força pelos braços o virei de costas para mim ergui uma perna dele até a ilha da cozinha, com o cuzinho dele me cumprimentando dei uma cuspida lá e esfreguei com o dedo, ele me pediu pra ir com calma, e eu no momento só batendo a cabecinha do meu pau na entrada do cu dele, até que chego perto dele beijando o pescoço dele e esfregando minha barba no rosto dele, chego na orelha e mordo devagarzinho e falo agora você vai me pagar, o beijo antes de tapar a boca dele e enfio meu pau com toda força naquele cuzinho todo apertadinho ele berra e eu socando, ele pede arrego e eu socando até que ele se acostuma e começa a gostar e gemer e rebolar pede mais tem um segundo orgasmo anal, ele me pede que quando for gozar gozar no cu dele e não tirar o meu pau de lá que ele gostaria de sentir os jatos de gozo no seu cu eu o obedeço e nisso vou cuspindo pra ficar bem lubrificado, até que gozo naquele cuzinho que agora estava todo arrombadinho e gozado, depois de tudo isso fiquei de 4 no chão e falei sua vez, me dá o troco então ele cospe no meu rabo e enfia seu pau socando e vai falando é gostoso receber pica no rabo socando né pede arrego é gostoso mas dói, eu falei nuncaaaaa e ele socando cada vez mais em meu cu e eu também gemendo quase gozando , que meu cu também era bem apertado e o pau dele era grande tinha 18 cm, até que tenho um orgasmo anal e vou rebolando e ele me masturbando ejaculação juntos ele pela primeira vez e eu pela segunda, caimos duros no chão da cozinha até que acordamos juntos pela manhã, tomamos um banho juntos, no banho nos chupamos, comemos e fomos pra empresa, até que ele me chama em sua sala e fala que no trabalho quem manda é ele que não é porque transamos que ia ser diferente e como castigo eu ia ficar mais tempo em seu apartamento, comendo seu apertamento, e dando também. De noite quem foi castigado fui eu, mas esse castigo valia a pena, no final cheguei a conclusão que ele fazia tudo isso porque me queria e precisava de uma boa comida. A depois de me formar ele me contratou como seu braço direito vamos dizer que eu uni o útil ao agradável, fora que eu era competente, porque um homem na posição dele não iria atolar um estagiário, com tantos trabalhos se ele não fosse bom, isso antes de começarmos a nos relacionar sexualmente.

Deixe um comentário