Minha primeira vez com outro Homem

MINHA PRIMEIRA VEZ COM OUTRO HOMEM

Tenho 60 anos, e há muito tempo morro de vontade de ter uma relação homossexual, mas como moro em uma pequena cidade do interior e todos conhecem todos, fica impossível realizar esta aventura.

Dia destes não tendo nada para fazer, vou pra net e pesquiso sobre garotos de programa, vi muitos anúncios, e um em especial me chamou a atenção. O nome dele era Edu, tinha 24 anos, ativo e passivo e do jeito que eu queria, pinto não muito grande e um pouco afeminado.

Ele mora em uma grande cidade perto da minha, e lá ninguém iria me reconhecer. Marcamos para um sábado, já que neste dia não trabalho( sou funcionário público estadual), e pedi para ele comprar uma fantasia feminina. Ele compro de enfermeira.

E Eu comprei uma calcinha de renda vermelha pra mim, sempre tive o fetiche de usar algum dia. Marcamos para o meio dia em um motel, pedi para ele chegar primeiro e me esperar vestido com a fantasia, eu já iria de calcinha e tomado banho para não ter que esperar. Enquanto estava indo, minha tesão foi a mil, só imaginando o que iria acontecer.

Chegando lá, quando abri a porta, estava aquele rapaz, de 1.80 m , corpo sarado, todo depilado, com a fantasia de enfermeira deitado todo sexy na cama. Conversamos um pouco para quebrar o gelo, e comecei a beijar seus peitos , eram deliciosos, e ele começou a acariciar minha munda, por cima da calça.

Ficamos nos alisando por um tempo, e criei coragem e passei a mão em seu pau, já estava durinho e era um pouco comprido, mas não muito grosso como eu tinha desejado.

Fui beijando sua barriga ate chegar no seu pau, e realizei meu maior deseja que era fazer um boquete, foi a sensação mais maravilhosa que tive, sentir aquele membro todo dentro de minha boca.

continua depois da publicidade

Ele pediu para eu tirar minha roupa, e fui tirando e fiquei só com a calcinha, ele ficou louco de tesão pela minha bunda e meu pau, já que mede uns 20 cm e bem grosso, com a cabeça rosada e cheio de veias.

Ele não se fez de rogado e partimos para um 69 delicioso, e como eu estava com muito tesão, logo gozei na boca dele, e ele saboreou até a ultima gota, e ele não gozou, mas estava quase.

Pedi então a ele para brincar com seu pau na minha portinha virgem, ele caiu de boca e me arrepiei todo de prazer, foi uma sensação maravilhosa, e pedi para ir com muito carinho, pois sou virgem, ele pegou um gel e passou no dedo e em meu buraquinho e foi penetrando o dedo para eu ir me acostumando, depois colocou o segundo e ficou assim por alguns minutos,

Pedi para ele tentar colocar na posição frango assado, e ele foi colocando bem devagar, mas doeu muito, pedi para ele parar, e mudei para de quatro, lubrifiquei bom e pau dele e foi colocando e eu relaxei e ele pois a cabeça, foi uma dor muito grande, pedi para ele ficar quieto até eu me acostumar,

Depois de alguns minutos pedi para ele continuar, a dor deu lugar a um prazer inigualável, e pedi para ele meter gostoso, deu cada estocada que achei que não ia aguentar, mas já era tarde, estava tudo dentro de mim, ele começou a bombar mais forte, e senti seu pau inchar mais ainda e ele gozou loucamente em meu cuzinho virgem .

Tomamos um banho, e combinamos de nos encontrarmos de vez em quando para fazer uma festinha.

Deixe um comentário