Comendo o Cunhadinho na Praia

Há aproximadamente seis meses, namoro com um garota linda e muito gostosa. Em janeiro, fui para Ubatuba com a família dela.

Chegando no apartamento o sogrão ficou com a suite e disse para a Aline ficar no quarto ao lado, com sua avó, que estava vindo de ônibus. E mandou eu o Du (meu cunhadinho) levar nossas malas para o quarto de empregada, nos fundos da cozinha.

Não estava acreditando, fui dormir com o moleque numa bicama num quarto minúsculo. Pelo menos tinha um banheiro. Ainda bem que o Du é um cara gente boa e nos damos bem. O Du ficou na cama e eu dormi na cama que fica no chão.

Passada a decepção, fomos curtir a praia do Tenório em Ubatuba. Aproveitei pra ficar dando uns amasso na Aline dentro do mar. O mar estava tranquilo e deu pra dar uma sarrada gostosa.

Com a canseira da viagem, a noite, tomamos banho, jantamos e todos foram dormir. Conversei um pouco com o Du, mas logo parei fingindo que estava dormindo pra ver se ele parava de falar.

Passado um tempo, ele perguntou baixo se eu estava dormindo. Fiquei em silêncio, então ele se aproximou e levou a mão na minha barriga e mexeu pra ver se eu estava mesmo dormindo. Achei estranho mas continuei quieto.

De repente, sinto a mão do safado descendo em direção ao meu pau. Nem podia acreditar que aquele moleque pegador gostava de uma arte. Como eu estava de cueca não demorou muito pro meu pau acordar e mesmo assim ele continuou pegando.

Eu fiquei sem saber o que fazer, mas estava gostoso. Ele só parou quando alguém veio até a cozinha. Depois disso não se levantou mais e eu acabei dormindo.

continua depois da publicidade

No dia seguinte, aquilo não saia da minha cabeça e comecei a observá-lo melhor. Vi que ele tinha um corpo maneiro, umas pernas grossas, uma bunda redondinha, mas tinha que segurar o tesão pra não dar bandeira.

A noite, fiz o mesmo. Fingi que estava dormindo e o safado fez o mesmo, dessa vez eu tava com muito tesão e resolvi arriscar pra ver. Uma hora eu suspirei um pouco mais intenso e ele parou de passar a mão. Aproveitei e tirei minha cueca devagar. Passado um tempo ele voltou com a mão, mas levou um susto quando viu que eu estava sem a cueca.

Ele tentou tirar a mão, mas fui mais rápido. Segurei o braço dele e voltei sua mão no meu pau. Disse pra ele que tava gostoso pra ele deitar do meu lado e continuar. O Safado nem pensou, já desceu pra minha cama e agora sim, me punhetava com gosto.

Não demorou muito pra sentir sua boca chupando e mordiscando meus mamilos, enquanto sua mão segurava firme meu pau, socando uma punheta forte. A coisa ficou mais gostosa quando ele desceu beijando minha barriga e abocanhou meu pau. O safado sabia chupar gostoso e com intensidade. Acho que sabia engolir um pau melhor que a irmã dele. rsrs

Depois se levantou, sentou sobre minhas pernas, colocou seu pau colado no meu e ficou punhetando os 2 ao mesmo tempo. Que tesão ficar pau roçando com pau numa punheta dupla.

Não demorou muito o safado deu um gemido forte seguido de um jato de porra quente, que senti no meu peito, e depois sua porra escorria no meu pau. Naquele clima, também gozei muito, vários jatos de porra, que lambuzou o peito, a barriga dele. Puta tesão, sentir e ver os 2 paus melados com nossas porras, quentes.

Nos limpamos e fomos dormir. No dia seguinte…
Não dá pra eu contar aqui o que aconteceu, mas se quiserem saber, comentem ou me escrevam:
[email protected]

8 comentários sobre “Comendo o Cunhadinho na Praia

Deixe um comentário