Melhor noite da minha vida parte 2

Melhor noite da minha vida parte 2

Continuando…

Apesar de hétero, eu sempre tive algumas curiosidades que nunca tive coragem/oportunidade de experimentar e nunca havia contado para ninguém. Eu sempre quis experimentar um pau e dar o cu, nem que fosse somente uma vez. Eu queria ver se era realmente bom.

A possibilidade de contratar um travesti passou pela minha cabeça, porque aí seria uma pessoa com visual feminino, porém com uma “surpresa”, mas não nunca tive coragem por medo de doenças e tals.

Mas enfim.. Após a minha foda com a minha mina, nós apagamos. Mais tarde na, já madrugada, eu acordei morrendo de calor e sede. Olhei a hora no relógio e percebi que havia dormido pouco mais de 40 minutos, somente. Eu levantei, fui na cozinha beber água e depois voltei pra cama. Acabei perdendo o sono e depois de tanto me revirar na cama eu resolvi levantar e acabei por querer ir pra varanda de casa pegar um ar.

Ao que eu me aproximada da varanda, ouço gemidos. O meu amigo Caio e a Isa e fudendo forte na varanda. Lógico que eu queria conferi então eu abri de leve a porta (só uma gretinha) e vi ele comendo ela num sofazinho que tem na varanda com muita vontade. Na hora me deu um puta tesão e comecei a me masturbar ali mesmo vendo a cena. Ele comia ela com muita vontade,

Ela estava deitada no sofá com as pernas pra cima e ele metia com muita vontade que fazia e ela gemia muito. Ela arranhava ele no abdonen e batia na cara dele e ele acabava por meter mais forte ainda. Sei como é isso, um tapinha na cara quando vc tá metendo é de deixar vc louco mesmo. Nisso ele tirou o pau pra fora, fez ela ajoelhar e começou a fuder a boca dela e ela babava, engasgava e se deliciava naquele pau.

Ah o pau dele, foi a primeira vez que eu havia visto aquele pau naquele estado, ERETO. Num dado momento, algo em mim mudou e eu comecei a olhar somente pro pau dele e sem notar, me peguei imaginando chupando aquele pau. Não se era o alcool em mim que ainda estava fazendo um bom efeito, mas eu comecei a me masturbar com mais vontade me imaginando no lugar da Isa e o tesão aumentou tanto que eu gemi e fechei os olhos imaginando aquilo por coisa d 2 segundos. Nisso eu travei porque eu jurei ter visto o Caio virando o rosto, como se tivesse olhado pra porta onde eu estava e voltado a olhar pra Isa. Eu parei e saí de perto da porta e pensei “será que ele viu?”. Bem, eu voltei olhar, eu queria continuar vendo aquele pau comendo a boca da Isa e imaginar ele na minha boca.

Depois de uns minutos, enquanto ele fodia a boca dela e ela se masturbava, ele disse que is gozar e ela segurou forte o pau dele na boca, bombou forte e ele gozou muito, tanto que ela não aguentou tudo na boca e deixou vazar nos seios dela. Eles levaram uns poucos minutos para se recompor e eu ali olhando eles de pau na mão e um puta tesão.

Então a Isa falou que ia tomar um banho e deitar. Ele disse que já ia e que ia ficar um pouco ali, deu um bjo de boa noite nela e ficou na varanda. Eu recuei e me escondi porque ela estava vindo em direção a porta. Ela entrou, foi pro banho. Eu esperei uns minutos e imaginando a cena que vi, PUTA TESÃO. Dei um tempo, coisa de 10 minutos, aí, como quem não quer nada, eu fui pra varanda e fingi surpresa ao ver o caio lá.

-Ue, tá aí mano. Vai dormir não?

Ele logo falou:

-E aí mano, curtiu o show?

Eu fiquei meio sem jeito (ele ouviu o gemido e me viu, realmente).
Ele disse que estava com fome e sede e me chamou para irmos a cozinha ver algo pra comer e beber:
Fizemos um sanduba humilde, fomos pra sala e ligamos a TV. Como era TV a cabo, fomos procurando uns canais pra ver uns filmes e caímos no tal telecine.
Como muitos sabe, o telecine action, na madrugada tem uns filmes pornôs leve kkkk.

Aí ele perguntou:

-Se importa se eu deixar aqui?

Eu ainda de pau levemente duro e ainda com muito tesão, respondi:

-Pode deixar, não tem nada melhor mesmo.

Mas aquela situação atiçou a minha mente novamente, meu amigo e eu ali, sozinhos na madrugada, vendo um pornô juntos.

Isso atiçou a minha mente de tal forma q fiquei de pau duro na hora na hora. Eu estava de short mas sem cueca e não foi difícil ver o volume e ele viu.

Como eu vi ele olhando pro meu pau ele já deu um jeito de falar algo:

-Eita poha, vc acabou de bater uma me vendo com a Isa e já tá assim de novo?

Eu ri sem graça e o alcool agiu de novo:

-Ah mano, eu nem tive tempo de gozar.

Não sei se foi o alcool nele ou sei lá o que, mas ele disse:

-Ah, então aproveita o filme. Não é lá uma grande produção da brasileirinhas, mas serve rsrs.

Minha mente viajou de novo nas possibilidades. Eu, ele, filme pornô. Na hora eu perguntei:

-Vc não vai estranhar?

Foi quando ele perguntou e foi nessa hora que eu senti uma esperança:

-Ue, vc viu meu pau duro. Vamos dizer que ficaríamos quites haha.

-Ok então (eu respondi).

Botei meu pau pra fora e comecei a bater uma bem de leve, até dei uma cuspida nele e batia lentamente e respirava fundo, quase um gemido.

Eu queria ver se realmente algo iria acontecer ou não. Eu notei que ele não parava de olhar pro meu pau mais que pra TV e notei o volume na bermuda. Minha boca encheu d’água, eu queria ver novamente aquele pau.

Então eu continuei a bater minha punheta, mas agora eu olhava pro volume da bermuda dele, eu olhava e deixava transparecer no meu rosto o desejo que tinha ao ver aquele volume e voltava a olhar pra tv. Fiz questão de deixar ele notar isso, já que ele olhava pra mim e pro meu pau toda hora.

Nisso ele começou a roçar a mão no pau dele por cima da calça enquanto olhava pra tv (enquanto fingia olhar, eu já tinha notado o interesse dele).

Nessa altura eu só pensava na oportunidade em vista, aquele pau na minha mão, na minha boca…..
Então falei:

-Tá com vergonha? Pode botar pra fora e bate uma ae mano.

Aí eu fiz um movimento ousado que ao fazê-lo, na mesma hora eu me arrependi e pensei que teria posto tudo a perder. Eu coloquei a mão no short dele puxando pra baixo como que pra ele botar logo o pau pra fora. Pensei que tinha feito merda.

Mas ele só olhou pra essa atitude minha como se não fosse nada e empurrou o short pra baixo, deixando saltar pra fora aquele belo pau.

19cm, veiudo, porém não muito grosso, em comparação ao meu q é 17cm mas bem grosso.
Ele começou a bater uma gostoso mas ele gastava mais tempo olhando pro meu pau que pra tv. Nesse momento nós dois já não ligavamos muito pra tv, mesmo que tentássemos fazer parecer que o interesse era o cara na tv comendo a mina. Eu sabia o que acontecia ali, mas eu queria continuar mais um pouco esse jogo só pra ter certeza que o que eu queria, ia acontecer.

Mas num certo momento eu não aguentava mais só olhar e joguei verde:

-Nossa, seu pau parece que vai explodir de tão duro que ele parece que está.
-Tá tão duro que tá doendo até. Quer sentir?

Dei minha ultima cartada do joguinho, falando:

-Tá doido? Só se vc pegar no meu. Vamos ver qual tá mais duro.

Já esperando a resposta certa, ele deu mais que uma resposta, ele agiu.
Pegou no meu pau e apertava e me punhetava. Eu não acreditava.
Nisso eu só aproveitei da situação e peguei naquele pau. PQP! muito bom sentir um pau na mão que não fosse o meu, ele pulsava e táva todo melado.

continua depois da publicidade

Fodas o joguinho de falar que tava duro e blablabla.
Comecei a bombar aquele pau e ele começou a revirar os olhos e ele fez o mesmo comigo. Ficamos nisso um tempo, ambos no sofá e um batendo uma pro outro.

Aí eu não aguentei olhar pra tudo aquilo na minha frente e me levantei, me ajoelhei na frente dele e comecei a chupar o pau dele. Sim, simples assim, sem exagero de filme pornô, da gostosa que recebe o encanador quase nua rsrs. Era nítido que podia rolar de tudo naquele momento e eu não precisava mais me segurar.

Fiz um boquete como eu gosto que minha mina faça em mim. Fiz aquele boquete molhado, cheio de baba. Com as duas mãos eu batia uma punheta pra ele e girava as mãos, enquanto passava minha língua naquela cabeça vermelha, PQP que cabeça vermelhinha e gostosa da POHA. Depois eu tirava as mãos e fazia um vai e vem só com a cabeça e tentava ao máximo enfiar aquele pau na minha boca. Estava me esbaldando naquilo.

Eu estava me divertindo, enfim eu estava provando um pau, como sempre quis um dia e realmente é muito bom. Ainda prefiro uma buceta, MIL VEZES UMA BUCETA, mas é muito gostoso sentir aquilo tudo na boca, pulsando. O gosto daquele pau me deixou sem chão.

Num dado momento ele cortou minha diversão e me fez deitar no sofá e caiu de boca no meu pau. Melhor boquete que recebi na vida (somos homens e temos pau, sabemos o que queremos rsrs). Ele me mamava gostoso, passava a mão na minha barriga, nas minhas coxas, apertava minha cintura. Do nada ele começou a subir beijando e chupando minha barriga lisinha e foi até o bico dos meus peitos e pqp, que delícia, e nisso eu sentia o pau dele encostando na minha bunda e senti um calafrio.

Com uma das mãos ele me masturbava e e grudei na bunda dele apertando e dando uns tapas.
Então ele falou algo que me deixou com um pouco de receio:

-Deixa eu te comer? Dá esse cuzinho pra mim.

Mas ao mesmo tempo que eu tive receio, eu tive um extremo de tesão que eu tremi e gemi só de imaginar. Eu pensei “chupar um pau é bom, vai que dar o cu também é”.
Mas algo em mim, minha paranoia de tudo ruim acontecer, eu sou muito paranoico, penso sempre o pior o tempo todo rsrs. Então eu falei:

-Se vc deixar eu comer o seu primeiro.

Tudo o que eu queria era garantir que, se ele vai comer o meu cu, eu também teria comido o dele.
Para o meu espanto, ele só deu uma risadinha, desceu até o meu pau e deu uma bela de uma chupada, enquanto me olhava e se levantou e foi até o quarto dele.

Eu não sabia se ele tinha arregado ou não, mas em menos de 1 minuto ele voltou com um KY e camisinhas que ele usa com a Isa (mina dele). Ele veio, caiu de boca no meu pau de novo, numa posição em que eu podia acariciar aquela bunda dele. Ele ia rebolando e isso ia me deixava doido pra comer aquele cu.

“obs: tanto ele quanto eu temos corpos levemente malhado de academia e depilados.Tanto a bunda dele quanto a minha levemente durinha e um pouco grande, somos malhados mas sem exagero, o que deixa tanto a bunda dele quanto a minha um tanto redondinha como de mulher.”

Então ele parou de chupar, ficou de quarto e disse:

-Vai… mete no meu cu, me come. Num é o que vc quer?

Coloquei a camisinha, dei uma lambida naquele cu. Ele rebolava e gemia a cada lambida. Então passei o ky naquele cu que piscava implorando por ROLA e comecei a enfiar de leve mas percebi que entrou até fácil. O que me deixou pensando, esse cu aqui não é virgem. Entrei todo e ele chegou a tampar a boca dele pra gemer de tanto tesão (lembrando, as nossas minas dormiam).

Eu tive que comentar:

-Esse cu aqui num é virgem não.

E ele disse que a mina dele gosta de usar plug anal e um vibrador que ela tem, nele.
Então comecei a bombar naquele cu e tentava ao máximo pra não bater forte demais e fazer barulho alto. Mas ele rebolava e gemia, gemia tão gostoso que parecia que eu tava comendo uma mulher, o que me deixava ainda mais com tesão e a ponto de gozar.

Segurei o máximo que pude e quando que estava ao ponto de surtar, parei de bombar e falei:

-Ok! Agora vc me come! Mas vai devagar, esse cuzinho é virgem e vc está tendo a honra.

Eu vi o brilho nos olhos dele quando falei isso.

Fiquei de quatro, deitei o máximo o meu corpo fazendo aquela curva nas costas e uma posição de 4, de qualquer atriz pornô ficar orgulhosa e empinei beeemmm minha bunda. Diferente dele, como minha mina gosta de brincar com meu cu o mesmo tanto que eu gosto de brincar com o cu dela, tanto ela quanto eu fizemos uma chuca no dia. Então, como meu estava com meu cu limpinho porque minha mina adora brincar do jeito que quiser com meu cu (e eu deixo), o teve o que eu não tive, a sorte de comer um cu sem camisinha. Não tínhamos medo de doenças porque eramos amigos e nos conhecíamos o tempo de uma vida rs.

Mas enfim, achei que ele ia enfiar o pau dele logo de cara mas ele começou a mordiscar minha bunda e acariciar meu cu com o dedo, e com a outra mão a me masturbar. Só nisso eu já estava rebolando igual puta pra ele, mas não tinha como me controlar. Estava muito bom!!!

Então ele se posicionou, se curvou sobre mim (ele tem 1.66) chegou até o meu ouvido e falou:
“Por incrível que pareça, o seu cuzinho é mais gostoso que o da minha namorada. Daqui eu só saio depois de gozar gostoso dentro desse cu”

E nisso, mal deu tempo de revirar os olhos e me subir o tesão, ele já encostou aquela cabeça no meu cu e começou a forçar de leve.

Eu estava com tanto tesão que eu esqueci que estava com medo de se arrombado que ele foi entrando aos poucos e bombando… e entrando aos poucos e bombando.. e entrando aos poucos e bombando…. que acabou entrando tudo e eu sentia somente uma leve pressão no cu, que não chegava a serruim (talvez o álcool estivesse ajudando). Só sei que gostei muito de ter “alguém dentro de mim”, era como eu me sentia. Eu só pedia:

-Vi, me come, come esse cuzinho. Faz seu maninho de putinha”

Sim eu tinha perdido a cabeça já. Ele começou a bombar e eu rebolava e rebolava, e com uma das mãos livre eu me masturbava. Até que ele parou, me virou de frente pra ele e levantou minhas pernas e me penetrou de novo e começou a bombar e bombar e me punhetar. Eu não queria gozar, tanto que quase não tocava no meu pau, eu queria que aquilo durasse o máximo que fosse possível, mas ele começou a me masturbar gostoso e foi aumentando a bombada no meu cu.

PQPPPPPPPPPPP!!! Eu gozei”!!! Gozei ao ponto da porra bater no queixo dele. Ele viu aquilo e pegou toda a porra que estava na mão e começou a lamber e começou a bombar mais forte e foi quando eu senti, jatos de porra no meu cu e aquilo me consumia de tanto tesão.

Nisso ele tirou aquele pau de dentro de mim e caiu de boca no meu pau que já estava todo melado da gozada e lambeu ele todo, deixou meu pau todo limpinho. Então ele pegou a porra. O filho da puta ainda ficou com o pau duro e continuou bombando. Eu sentia a porra dele no meu cu deixando meu cu todo melado e gostoso dele meter. Ele bombou e eu estava todo acabado no sofá, ainda com tesão e com o pau voltando a endurecer. Ele continuou bombando e bombando. Nesse meio tempo meu pau voltou a ficar duro e comecei a me masturbar novamente. Até que ele disse que ia gozar novamente e eu falei pra ele gozar na minha boca. Eu queria sentir aquela porra, queria provar daquela porra, queria conhecer o material que saia daquele pau gostoso.

Então fomos pro chão e ficamos numa posição, como se fosse um 69, só que de lado, para que pudéssemos chupar o pau um do outro. Não durou nem 2 minutos, era muito tesão, gozei na boca dele novamente e ele poucos segundos depois gozou na minha boca. Eu parecia criança com sorvete, eu não deixei escapar nenhuma gota daquela porra.

Nisso tudo já era mais de 3h da manhã. Exaustos, nos sentamos no sofá e ficamos ali nos recompondo por uns minutos. Olhamos um pro outro, sem clima estranho e ele disse:

-Mano, não sei vc… mas precisamos repetir isso qualquer outra hora.

Eu, feliz da vida, tinha tido uma noite de putaria e ainda realizei um fetiche meu, só falei:

-Não sei se nessa viagem ainda rola, mas digo por mim, aqui vc tem livre acesso quando quiser.

Ele me olhou sem acreditar e disse:

-Bom saber.

Nos levantamos e fomos tomar banho, cada um no seu banheiro. Mas eu não aguentei e fui até o banheiro que ele foi, entrei sem fazer barulho, cheguei por trás dele e encochei ele e peguei no pau. Ele assustou e eu só falei:

-Calma, só vi dar uma boa noite pro meu mano pra ele dormir bem.

Caí de boca naquele pau debaixo do chuveiro e enquanto ele se banhava, eu chupava aquele pau gostoso como se fosse a última vez.

Saí do banheiro dele, fui pro meu quarto, tomei banho, me deitei e apaguei.

Pena que minha mina me acordou as 6h, tarada por sexo e eu cheio de sono. Mas nunca neguei fogo pra ela, nunca antes de casar e nunca depois, assim como ela o mesmo pra mim. Nem menstruada ela se nega a mim, afinal ela tem cu. Transamos, com muito custo, muito esforço da minha parte e voltei a dormir kkkkk.

Tem mais coisa pra contar sobre essa viagem entre eu e meu amigo e eu, entre outras histórias, mas isso fica pra uma outra ocasião.

2 comentários sobre “Melhor noite da minha vida parte 2

  1. Não tem nada melhor que da o CU , fiquei 49 anos sem dar a BUNDA , dia 19 de agosto de 2012 criei coragem após 6 meses de papo com um casado de 46 anos da minha cidade , eu com meus 61 anos louco de vontade de dar o RABO , ele na sala de bate papo da UOL disse é hoje ou nunca , arrumei um local pra gente mete , eu perguntei onde ? ele é uma casa de um parente meu que esta viajando to com a chave vms ja estou indo ,ai eu disse mas eu preciso preparar meu CU primeiro , ele disse prepara hoje vc vai levar ferro no cu , como a gente vinha a tempos falando sacanagens , eu disse to precisando demais levar rola no cu viu , nao vejo a hora de poder sentir um pau todo atolado no meu CU , DESLIGUEI meu PC e fui logo ao banheiro fazer higiene no meu TÓBA , TOMEI AQUELE BANHO DEPOIS DE LIMPAR BEM MEU BURACO de VIADO CASADO ,me perfumei todo , passei creme na minha BUNDA e no meu CU , DISSE a minha esposa vou assistir o jogo do SANTOS na casa de um amigo meu , por incrível que pareça a casa que eu fui dar o CU ficava 60 metros da casa que eu morava , conclusão tive que girar o quarteirão para minha esposa não ver onde eu ia entrar pois o tempo de dar a volta ao quarteirão não tinha tempo para ela ver eu entrar na casa , no caminho estava me sentindo como um VIADO indo para o ABATE , tudo começou a misturar na minha mente , tesão , medo , vontade , muito desejo no CU , ESTAVA muito tenso e tremulo , mas meu CU não parava de piscar estava exageradamente FAMINTO PARA MAMAR UM PAU DE HOMEN , tbm pudera né o ultimo PAU que meu CU MAMOU foi em 1963 um belo KCETÃO PRETO de um BAITA NEGÃO 50ão , bom esse NEGÃO me comeu quase um ano , bem mas essa é uma outra historia que posso contar se alguem quiser saber os detalhes , voltando a minha caminhada ate a casa que fui dar a BUNDA , chegando la o portão estava destrancado o cadeado , abri o portão ele com a porta pouco aberta falou de la tranca o cadeado ,foi o que fiz a porta fica 4 metros longe da grade da casa , qdo cheguei a porta ele a abriu ficando atras da porta porque ele ja estava todo nu e ja de pau duro , fechou a porta e foi me acochando por traz com o pau duro roçando na minha BUNDA deu uma mordida na minha nuca e disse vai na frente é aquela porta la , é la que vc vai dar o CU , ao ouvir isso me arrepiei todo de tanto tesão que estava no meu CU , entrei no quarto já ajoelhei e meti a boca no pau dele , não sei o que me deu naquela hora nunca tinha chupado um PINTO DE HOMEN , DEPOIS de MAMAR BASTANTE me posicionei de 4 , ele não foi nada legal comigo CARCOU O FERRO NO MEU CU DE UMA X SÓ ENTROU TUDO , senti na hora uma imensa dor no CU parecia um punhal rasgando meu CU , mas o meu tesão no CU era maior que toda dor que estava sentindo , aguentei firme até a dor passar e o prazer no meu CU em sentir aquele pau todo atolado até o fundo do meu CU foi intenso , sorte minha que o kct dele é pequeno e fino uns 14 cm no máximo , mas devido meu CU estar sem MAMAR a 49 anos estava VIRGEM DE NOVO , bem nós metemos em todas as posições , ele acabou gozando e encheu meu cu de porra , qdo senti a quentura da porra dele la no fundo do MEU TÓBA não aguentei o tesão e gozei tbm , depois ele quis que eu comece ele , mas nessa altura eu ja tinha gozado e meu pau não endureceu , sai de chateado por não comer o cu dele , mas realizado meu desejo de ser VIADO depois de casado .

Deixe um comentário