Conto: A dominadora de machos

Olá, sou uma mulher alta, cabelos loiros, tenho 42 anos, sempre cuido muito bem do meu corpo para me manter atraente, sou casada. Desde criança sempre tive uma personalidade forte, meus pais diziam que daria trabalho aos homens, mas eles nem imaginavam o que viria a fazer com eles no futuro.

Sempre gostei de comandar a situação, quando comecei minha vida sexual não me sentia bem em só deitar na cama, abrir as pernas e esperar que fizessem o serviço, com o tempo passei a ler bastante sobre o assunto de dominação, até que fui aprendendo novas técnicas e arrumando alguns capachos para treinar. Hoje apesar de casada ainda consigo dar algumas escapadas e realizar minhas fantasias.

Vou relatar minha última aventura. Há um mês atrás entrei em um aplicativo de relacionamentos, no meu perfil havia deixando claro meu objetivo de encontrar um submisso para me satisfazer. Até que um rapaz se interessou, seu nome era Paulo, tinha 42 anos, era casado, alto, corpulento. Começamos a conversar e fui relatando o que gostava de fazer, ele disse que apesar de nunca ter tentado, tinha muita vontade e toparia, combinamos em um motel, em uma terça feira a tarde.

No dia tomei um belo banho, deixei minha pele bem cheirosa, começou a reunir meus materiais de prazer que guardava escondidos em vários lugares da casa que meu marido jamais mexe. Coloquei tudo em uma mala discreta e sai, combinamos de nos encontrar no estacionamento de um supermercado, deixaria meu carro lá e iriamos no dele para que tivesse uma desculpa rsrs.

Quando ele chegou, gostei do que vi, era mais bonito pessoalmente, entrei no carro e fomos até o motel, chegando lá disse que iria me trocar para começarmos. Coloquei uma calça de couro preta, bem apertada, um salto alto, estava sem nada na parte de cima com meus seios a mostra, amarrei meu cabelo e sai. Quando ele me viu ficou surpreso:

-UAU!! MAS QUE MUDANÇA FOI ESSA?! – ele disse espantado

Como já estava preparada resolvi começar, fui logo dizendo:

-Tire toda a roupa e se ajoelhe, agora!

Ele prontamente começou a se despir, tirou tudo, sua rola era grande, estava ficando dura. Quando se ajoelhou fui para bem perto e disse:

-Agora você é meu brinquedo, a partir de agora só faz o que eu mandar e do jeito que eu mandar, não me toque com as mãos a não ser que te dê permissão, pode começar beijando os pés da sua rainha….

Ele se curvou e começou a beijar meus pés, com as mãos para trás, cheirava, beijava e chupava meus dedos. Adorava ver aquela humilhação. Peguei meu chicote de montaria, queria esquentar as coisas, comecei a acariciar suas costas com a ponta do chicote, seu corpo arrepiava, ia bem devagar, descendo até sua bunda. Ele começou a implorar:

-Vai me bate logo, to loco pra sentir!!!

Disse:

-Cale-se eu que decido a coisas aqui, fique de quatro na cama, agora!

Ele deitou e ficou bem a vontade, continuava alisando seu corpo com a ponta do chicote, com a outra mão segurei e acariciei seu pau e fui descendo até suas bolas, segurei elas com firmeza e dei a primeira chicoteada na sua bunda, ele tentou se movimentar, mas como estava segurando suas bolas ficou no mesmo lugar. Eu disse:

continua depois da publicidade

-Calma minha putinha estamos só começando….

Soltei suas bolas e dei mais algumas batidas, deixei que se movimentasse, seu corpo retraia, ele gemia de dor e prazer, sua rola estava dura feito pedra, continua batendo em ritmo mais rápido. Quando parei fui até a malinha e peguei algumas cordas, ordenei que continuasse de quatro, amarrei seus dois pés juntos e seus braços na parte de cima da cama, dei nós bem firmes, de modo que não conseguiria sair. Voltei até a mala e peguei um consolo de 18cm, bem gostoso, voltei e coloquei ele em sua boca e disse:

-Quando mais você chupar mais fácil será!!

Ele entendeu bem o recado e começou a chupar loucamente, melando todo o brinquedo, abri sua bunda e cuspi no seu cuzinho, ele piscou quando caiu a saliva, percebi que estava excitado por aquilo, peguei o consolo e comecei a passar na entrada, mesmo amarrado ele tentava se movimentar, dei algumas chicoteadas para se acalmar, puxei suas bolas para trás e comecei a enfiar o cacete no seu cuzinho, ele gemia de prazer pedindo:

-Isso!! Acaba comigo vai!!!

Enfiei o consolo com força, até o final, fiquei surpresa em ver que entrou tudo, tirei minhas calças, ficando apenas de salto alto, enquanto ele estava com o consolo enfiado no seu rabo coloquei minha buceta em sua boca, ele chupava muito gostoso, me inclinava e via que piscava seu cuzinho para que o cacete se movimentasse, segurei seus cabelos com força, enterrando sua cara na minha buceta melada.

Como era gostoso, segurava sua cabeça com força, fui até a maleta e peguei dois prendedores, lambi seus mamilos e prendi eles, ele gemia de dor, movimentei o consolo algumas vezes, tirando e colocando tudo de uma vez. Disse a ele:

-Se não me fizer gozar agora vou pisar nas suas bolas!

Coloquei-o outra vez para me chupar, dessa vez ele movimentava sua língua por todos os cantos, me virei de costas abri minha bunda e mandei que chupasse meu cuzinho, enquanto isso me masturbava, logo logo senti minhas pernas bambearem e gozei!!! Que delicia gozar daquela forma.

Desamarrei meu escravo e ordenei que deitasse na cama, o consolo ainda estava no seu rabo, comecei a chupar seu pau que estava muito duro, coloquei tudo na boca e fui tirando lentamente, quando cheguei na cabeça dei algumas mordidas, ele pulava de dor dizendo que ia gozar, resolvi cavalgar um pouco e disse:

-Se gozar antes de mim, vou arrancar suas bolas fora

Cavalguei com bastante força, ele se segurava para não gozar, sorte dele que rapidamente eu que não me aguentei e gozei de novo… inundou minha bucetinha de poha, como nunca tinha ficado.

Me deitei na cama e ordenei que ele me limpasse inteira com a língua, rapidamente ele veio e chupou toda a gozada….

Ainda com o consolo no rabo ele se deitou ao meu lado e agradeceu pelo momento de prazer que havia lhe dado, estávamos realizados. Fiquem a vontade para me mandar msg, fico molhadinha lendo comentários, meu email é [email protected]

1 comentário sobre “Conto: A dominadora de machos

  1. Adorei seu conto, quero achar uma pessoa assim igual a vc com atitude que saiba dominar e que saiba dar prazer adoraria saber mais e mais contos seu

Deixe um comentário