Enrabada pelo chefe do meu marido

Meu nome é Eliana, sou casada, 36 anos, loira, branca, dois filhos e moro em Araraquara/SP. Eu sou uma mulher vaidosa, sou aquela magra falsa e alta, com um corpo atrativo, cabelo curto olhos cor de mel, rosto bonito, boca deliciosa e sedenta para chupar uma pica, seios ainda duros. Tenho uma bela bunda e coxas e pernas bonitas, meu marido é funcionário público de uma cidade aqui próxima. E esta é minha história de vidas entrelaçadas.

Conheço meu marido há 5 anos e nós queremos bem, casamos há 3 anos, mas enquanto namoramos nunca tivemos relações sexuais por ele ser do tempo antigo. Eu já queria, mas ele nada e depois de casada ele só quer comer minha boceta. No início não me incomodei, até gosto, ele me fode gostoso, mas o problema é que há muito tempo venho sentindo um desejo imenso de fazer sexo anal com ele.

Estou sempre oferecendo meu cuzinho para ele, mas até agora nada. Perguntei se ele não sente tesão de me enrabar e ele me respondeu que nunca gostou de comer lado B de uma mulher e que preferia só minha boceta.

Desde então eu nunca mais toquei no assunto, só que isso me machucou. Me sentia insatisfeita, minha vida sexual incompleta. Para mim eram noites de sofrimento, e duro de suportar, pois minha vontade de iniciar sexo anal era muito forte. Era tudo que eu mais queria. Passei a dormir sem calcinhas, com a esperança dele mudar, mas nada.

Ler mais

O casamento com pecado

Eles se conheciam já tinha um tempo, foi através de um amigo em comum que trocaram o primeiro flerte, paquera e agendamento do primeiro encontro. Érica e Eduardo se encontraram pela primeira vez quando tinham por volta de 16 anos, engataram um namoro, fizeram planos e planejaram a família perfeita. Eduardo era o primeiro namorado … Ler mais

A vizinha top

Vendo a capa do filme “Show de vizinha” não há como negar, a imaginação entra em ação. Mas, de fato, nem sempre é possível ter uma baita vizinha gostosa ou com ela se relacionar. E, mesmo assim, vida que segue. Não é?! Sim. É. Até que um dia o destino te prega alguma peça, fazendo … Ler mais

Oi pessoal, meu nome é Isabela, tenho 22 anos e este é meu primeiro conto erótico, acho que já li todos, adoro essas histórias ou estórias picantes que vocês contam! Tenho 1,79m e peso 70kg, cada quilo bem distribuído, tenho uma bunda de dar inveja a qualquer mulher e minha cintura e bem feita, meus … Ler mais

O casamento

Eram 7:30 h, quando o relógio despertou, Osvaldo mal conseguia olhar um palmo à sua frente, esticou a mão e desligou o aparelho, o qual sinalizara – apesar de ainda precisar dormir – era hora de acordar. Osvaldo acordou, se aprontou e, em um pouco mais de 30 minutos, já estava na rua, dirigindo-se para … Ler mais

Depois de uma semana cheia de trabalho…

Saí do trabalho tarde, louca pra chegar em casa tomar um banho e deitar….
era uma sexta feira e a semana havia sido bem corrida.

Cheguei e fui direto pro banheiro, tirei a roupa e entrei naquela ducha quente e gostosa, devo ter ficado ali mais ou menos meia hora… Enquanto a água caia, meus pensamentos viajavam… pensava em tudo, nos problemas, no trabalho, em sexo…. Sim em sexo, estava louca já, fazia  umas duas semanas que estava numa seca total.

 

Saí do banheiro com a toalha enrolada no corpo e deitei na cama, liguei a TV e logo meus dedos automaticamente já foram pro canal erótico, fiquei assistindo um filme de duas mulheres, duas loiras lindas e gostosas, fazendo oral e usando vibradores…. que delicia…  fiquei ali vendo aquela cena por alguns minutos, o suficiente pra ficar toda molhada de tesão…  enquanto isso fui me tocando, passando as mãos por todo meu corpo, querendo alguém ali comigo… e tive a ideia de ligar pra um amigo, que nunca tivemos nada pessoalmente, só conversas picantes pela internet…. sabia que ele adoraria estar ali.

Ele veio correndo, tomamos umas cervejas ouvindo musica e conversando a toa… falamos sobre tudo, mas nada do que conversamos pela internet… engraçado como a coisa muda ao vivo… ele tava cheiroso, de calça jeans e camiseta básica, eu de vestido… sem calcinha.

Num certo momento o assunto acabou e ficamos nos olhando, meios sem graça
e naquele momento eu já sabia o que ia acontecer.

Ler mais