Desejo matinal: Um conto a quatro mãos

O sol entrava pela janela diretamente sobre o corpo dela. A pele branca praticamente brilhava. Estava de bruços, somente com um lençol branco cobrindo suas partes íntimas. Ficou um tempo a observando, admirando, até que percebeu que ficara excitado com a cena. Com ela ainda dormindo, se aproximou. Afastou seus cabelos deixando seu pescoço à … Ler maisDesejo matinal: Um conto a quatro mãos

Esconder
Mostrar