Conto erótico sobre a festa da empresa

Meu nome é Marcelo, sou negro com um corpo malhado e tenho 1,73 de altura e devido ao serviço de vez enquanto tenho que viajar.

A filial da empresa onde trabalho fica em uma cidade no interior de SP, e em uma dessas visitas saindo para almoçar, na praça de alimentação eu vi uma gordinha que me deixou completamente louco.

Linda, japonesinha de pele lisinha como neve no começo do inverno, quadril lindo, largo e gostoso, uma bunda empinada e seios deliciosos, uma boca pequena e linda.

Ler maisConto erótico sobre a festa da empresa

O real e a fantasia se separam no final

“Em Brasília, 19 horas”. Por coincidência, estava entrando no taxi, em Brasília, na frente ao Congresso Nacional, quando começou a transmissão da indefectível “ Voz do Brasil”. Dali até o meu hotel, não levaria nem 15 minutos, porque o Setor Hoteleiro da capital do País fica muito perto do Senado Federal. Como jornalista, havia sido … Ler maisO real e a fantasia se separam no final

Com a ex-namorada no ônibus

“Eu sempre gostei de contos e histórias eróticas. Gosto muito de ler, pois me excitam demais e, frequentemente, me masturbo bastante lendo. Mas, apesar disso, nunca escrevi algo parecido, não por falta de vontade ou pudor, mas nunca tive essa oportunidade. Em termos de histórias, não posso reclamar, pois passei por várias situações deliciosamente inusitadas. … Ler maisCom a ex-namorada no ônibus

Corno Sabido

Meu nome é Jefferson,tenho 34 anos e isso me aconteceu há 2 anos atrás. Sou moreno jambo,tenho 1,81 de altura,peso 80Kg e sou atleta há 16 anos. Eu fiz uma amizade na net com um casal e nos conhecíamos há uns 11 meses mas apenas pela net. Tínhamos uma boa amizade virtual,através disso resolvemos marcar … Ler maisCorno Sabido

O prazer

O corpo dela ardia, estremecia sempre que ela pensava em tê-lo, todo, inteiro nela, imaginando o cheiro que exalava do seu desejo em senti-lo. Ela o desejava, com uma ânsia doida, de um modo intenso, indecente, poder-se-ia dizer: pornográfico. Assim, ela ia vivendo, na esperança de poder tocá-lo, de sentir suas partes, de poder respirar … Ler maisO prazer

Esconder
Mostrar